Justiça afasta prefeito de Bofete por 45 dias em ação por suspeita de improbidade

A Justiça estadual determinou nesta sexta-feira (12) o afastamento do prefeito de Bofete (SP), Dirceo Antônio Leme de Melo (PTB), pelo prazo de 45 dias. A decisão, assinado pelo juiz Rodrigo Cereze, da comarca de Porangaba, foi tomada em atendimento a um pedido do Ministério Público (MP).

Segundo a sentença, o MP instaurou uma Ação Civil Pública por atos de improbidade administrativa por suposta irregularidades praticadas pelo prefeito relativas à contratação de serviços, aquisição de bens e emprego indevido de verbas públicas.

Consultada, a assessoria de imprensa do prefeito Dirceo Leme não se manifestou sobre a decisão. A decisão também determina que o presidente da Câmara de Vereadores de Bofete, Osvaldo Ângelo Alves (PSDB), o Osvaldo do Baiano, assuma o cargo neste período, já que o vice-prefeito eleito na chapa de Leme, Elias Antunes, renunciou ao cargo.

Segundo o MP, o motivo do pedido de afastamento se deu porque o prefeito Dirceo Leme não atendeu aos pedidos de esclarecimentos. Segundo os promotores, a investigação foi prejudicada diante da “postura inerte e omissa do chefe do Executivo” ao deixar de atender os requerimentos.

A sentença determina ainda que o substituto do prefeito, durante o período de afastamento do titular do cargo, “deverá adotar todas as providências necessárias para o atendimento das requisições” do MP.

Fonte: Portal G1