Jaú tem 1º caso positivo de Covid-19 e decreta calamidade

Nesta quinta (2), a Prefeitura de Jaú anunciou o primeiro caso positivo de Covid-19 e a notificação de uma nova morte suspeita – a terceira em investigação na cidade. O prefeito Rafael Agostini decidiu decretar estado de calamidade pública. Na região, o número de casos suspeitos da doença aumentou, mas pelo menos 3 mortes suspeitas por Covid-19 foram descartadas (leia mais abaixo). O paciente diagnosticado com a doença em Jaú é uma mulher de 39 anos que viajou recentemente para a Europa. Segundo o prefeito, ela se manteve em isolamento e está bem. “É importante que todos respeitem a quarentena. Infelizmente, nos últimos dias, percebemos aumento de pessoas desrespeitando as medidas restritivas”, diz.

“A Prefeitura de Jaú está tomando providências. Compramos 300 testes rápidos e estamos trabalhando em parceria com a Santa Casa para ampliar os leitos de UTI. Estamos com dificuldade, assim como o mundo inteiro, para adquirir equipamentos e insumos neste momento, pois está em falta. A única estratégia eficaz para combater o coronavírus é isolamento”.

Em Agudos, a prefeitura também divulgou um caso positivo da doença. Trata-se de um homem de 76 anos que está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular de Bauru. “O teste com resultado positivo foi feito por um laboratório particular de Belo Horizonte (MG), credenciado pelo Ministério da Saúde”, informou o Executivo em nota.

DADOS DA DOENÇA

Ontem, Botucatu anunciou que possui três casos positivos de Covid-19. Somados aos casos confirmados em Jaú e Agudos, a região contabiliza, agora, 13 casos da doença – os demais foram notificados em Bauru (3), Lençóis Paulista (1), Pirajuí (1), Bariri (1), Marília (1) e Promissão (1). Também ontem, mortes suspeitas por Covid-19 foram descartadas em Bariri, Botucatu e Lençóis Paulista. Outros 21 óbitos que podem ter sido causados pela doença seguem sob investigação em Bauru (8), Marília (4), Jaú (3), Lins (2), Botucatu (1), Garça (1), Ibitinga (1) e Promissão (1). Pelo menos 463 pacientes aguardam resultados de exames: Bauru (174), Marília (62), Botucatu (50), Jaú (32), Lins (23), Santa Cruz (18), Barra (18), Lençóis (16), Ibitinga (14), São Manuel (14), Agudos (10), Garça (10), Promissão (7), Mineiros (4), Pederneiras (2), Igaraçu (2), Pirajuí (2), Macatuba (1), Dois Córregos (1), Itapuí (1), Iacanga (1) e Bocaina (1).

Fonte: Jcnet