Homem mata vizinho com arma artesanal na região

Região
Homem mata vizinho com arma artesanal na região 11 junho 2022

Suspeito preso disse em depoimento que cometeu crime porque estava sendo acusado injustamente de furto em Arealva

Um homem foi preso em flagrante pela Polícia Civil de Arealva (130 quilômetros de Botucatu) suspeito de matar o vizinho com disparo efetuado por arma artesanal. Ele simulou que a esposa estava passando mal para atrair a vítima.

Em depoimento, disse que cometeu o crime porque estava sendo acusado injustamente de furto. A arma estava enterrada e foi apreendida, junto com quatro munições.

Segundo o delegado Roberto Cabral Medeiros, responsável pelas investigações, o homicídio ocorreu na noite desta quinta-feira (9). O suspeito, de 60 anos, foi até a fazenda da vítima, dizendo que sua esposa estava passando mal e pedindo ajuda para levá-la até o hospital.

Ele aceitou ajudá-lo com seu carro e não voltou para casa. Pela manhã, outro vizinho encontrou a vítima sem vida, dentro do seu veículo. A polícia foi acionada e o suspeito foi detido por policiais militares em Duartina.

Na delegacia, ele confessou o crime, alegando que estava sendo acusado pela vítima de um furto que não cometeu. Além de golpes de facão, ele efetuou disparo contra a vítima com uma arma artesanal.

O ferimento causado pelo tiro foi identificado durante exame no Instituto Médico Legal (IML). A arma foi encontrada por policiais civis enterrada nos fundos da casa do suspeito e apreendida para a realização de perícia. O suspeito, que já tinha passagens por tentativa de homicídio e estupro de vulnerável, foi autuado em flagrante por homicídio qualificado e permaneceu preso, à disposição da Justiça.

Fonte: JCNet

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
Oferecimento