Grupos em Bauru criam vaquinhas na web para ajudar a quem está sem renda na quarentena

 

Um grupo de amigas de Bauru (SP) decidiu ajudar alguns profissionais que deixaram de prestar serviços durante a quarentena por causa do coronavírus e criou uma vaquinha on-line.

A ideia é arrecadar dinheiro para aliviar as dificuldades de quatro profissionais que não estão podendo trabalhar. Entre eles, estão profissionais do ramo de alimentação, que fornecem refeições em escritórios, faxineira diarista, lavacar autônomo e manicure.

A Ângela é uma das beneficiadas pelo projeto. Ela trabalha como diarista há quase 30 anos e, por causa do isolamento social, parou de ganhar os R$ 300 que fazia por semana, para criar os três filhos.

O objetivo das meninas é conseguir R$ 1,5 mil por profissional e, em uma semana, elas arrecadaram mais de 70% da meta.

O valor mínimo para doar à vaquinha “Ressignificar” é de R$ 10 e quem doa a partir de R$ 30 concorre a alguns prêmios. Para contribuir com a vaquinha, os moradores podem doar através do site do projeto.

Beleza e solidariedade

Além da iniciativa da vaquinha, um grupo de cabeleireiros de Bauru também decidiu se unir para ajudar outros trabalhadores autônomos que estão sem renda na crise. Eles criaram um site para reunir os dados de quem passa por um momento de dificuldade.

Neste caso, a doação pode ser feita em dinheiro, diretamente para cada profissional, ou em alimentos e outros produtos. Em seguida, uma das voluntárias do projeto busca as doações, separa e entrega.

Para contribuir com estes profissionais, basta acessar o site Beleza e Solidariedade e fazer a sua doação.

Fonte: G1