Exposição Brasileira do Cavalo Mangalarga será em Bauru neste mês

Foto Canal Rural

O Recinto Mello Moraes abre as portas, de 23 a 27 deste mês, para a Exposição Brasileira do Cavalo Mangalarga, a segunda mais importante do calendário de provas da raça. É a primeira vez que Bauru recebe o evento de âmbito nacional, que contará com mais de 200 animais de vários Estados, como Minas Gerais, Paraná e São Paulo.

A mostra, promovida pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM), vai eleger os campeões brasileiros deste ano. Os concorrentes são avaliados nos quesitos morfologia (parte estética do cavalo) e andamento, por um quadro de jurados composto por técnicos qualificados para avaliar a raça.

“Bauru foi escolhida esse ano por ser uma região com duas características importantes. Primeiro porque já teve uma presença muito forte de criadores no passado. A gente quer estimular para que esses criadores voltem a estar mais ativos em relação aos seus criatórios. A segunda razão é pelo fato de ser uma região importante do ponto de vista socioeconômico”, destaca o presidente da ABCCRM, Luis Augusto de Camargo Opice.

“Dessa exposição saem as melhores linhagens, matrizes e garanhões. Tudo isso, claro, acaba valorizando os animais que sagram-se vencedores nas provas. Queremos aproveitar a oportunidade para mostrar o nosso cavalo para as pessoas que vivem em Bauru e em cidades circunvizinhas, pois elas são muito ligadas às atividades rural e equestre”.

‘CONQUISTA’

Opice esteve nessa quinta-feira (3), em Bauru, para uma reunião na sede da Associação Rural do Centro Oeste (Arco). “A gente vem tentando trazer essa exposição para Bauru há três anos. É um evento importante para a cidade e para a equinocultura da região. Vem criadores do Brasil todo e até da América Latina. Portanto, mexe com a economia do município. É uma conquista para Bauru”, celebra o presidente da Arco, Érico Braga.

Criador da raça Mangalarga em Bauru e região, José Martha destaca o objetivo que o evento tem de incentivar os criadores. “Há o intuito de resgatar a tradição que Bauru tem em relação à raça, de promover grandes exposições. É uma maneira de incentivo aos criadores trazer a segunda maior exposição brasileira para Bauru”, opina.

Além das disputas, o público contará ainda com Festival de Food Trucks, Camarote Bar, restaurante e happy hour com música ao vivo. “Haverá, ainda, leilões de cavalos Mangalarga, palestras direcionadas aos apresentadores, funcionários dos haras e aos próprios criadores, e até ”test drive’ em cavalos. Um atrativo para as famílias”, finaliza Luis Augusto de Camargo Opice.

Fonte: Jcnet