Educadores da educação infantil de Pardinho recebem formação com foco no desenvolvimento socioemocional

O Instituto Jatobás inicia módulo de competências socioemocionais como complemento à formação técnica continuada de educadores da Creche José Martini.

Fortalecer competências e habilidades do indivíduo para a vida. Este é o objetivo da jornada de desenvolvimento socioemocional do Instituto Jatobás (IJ) que chega a Pardinho para despertar um olhar humanizado e cuidadoso para a educação infantil da cidade.

“Acreditamos que a primeira infância é uma das etapas essenciais para o desenvolvimento da criança. Dessa forma, quando pensamos e agimos sobre a educação infantil, devemos levar em conta a centralidade da criança em todo e qualquer processo. Mas para isso, precisamos primeiramente cuidar de quem cuida: educadores e educadoras”, explica Regiane Oliveira, diretora do Instituto Jatobás.

A jornada do IJ vem para complementar o Programa de Formação Técnica Continuada, que teve início em janeiro deste ano, na creche José Martini, e será estendido para a pré-escola em agosto. Com o intuito de, a médio prazo, tornar Pardinho um município referência em educação na região, a formação continuada promove a atualização e aperfeiçoamento dos conhecimentos dos profissionais da área, trazendo o que há de mais atual no cenário brasileiro e mundial em práticas educacionais.

“O IJ reconhece o grande empenho das equipes de professores e auxiliares e por acreditar que são eles e elas, grandes agentes de transformação, acha importante cuidar e investir no seu aperfeiçoamento. Para isso, a jornada, que tem como foco o desenvolvimento humano, trabalha as habilidades socioemocionais destes profissionais, preparando-os para o futuro e atuação com as crianças. ”, complementa Regiane.

A jornada teve início em junho e já realizou os dois primeiros de uma série de encontros com professoras, auxiliares, coordenadoras e diretora da Creche Municipal, na qual todas as educadoras participaram de atividades práticas, a fim de trabalhar temas como espírito de equipe e colaboração.

“Não temos uma fórmula pronta. Cada jornada de formação é desenhada a partir de um diagnóstico inicial que busca entender a necessidade do grupo ou da pessoa com que vamos trabalhar”, elucida Regiane.

Patrícia Cassaca, uma das facilitadoras do Instituto Jatobás, relata que a imersão teve como foco a autorreflexão e a conexão interpessoal entre as educadoras. “As dinâmicas foram pensadas para ajudá-las a trabalhar o otimismo, as boas relações, e também para expor as habilidades de cada uma que estava ali. Neste primeiro encontro buscamos fortalecer os vínculos do time, mostrar como todas estão interligadas e como a ação de uma pessoa pode interferir no todo.Trabalhamos para despertar um olhar empático e amoroso entre a equipe para que isto reverbere no trabalho  com as crianças”.

A jornada desenvolvimento socioemocional segue até 2020, com formações mensais na Fazenda Jatobás. As próximas datas confirmadas são 23/08, 27/09, 25/10, 29/11 e 13/12.