Dois dos filhotes abandonados em sacos de batata são adotados em Itatinga

 

Batata, de pelagem preta, um dos cães resgatados em caçamba, foi adotado após feira nesta quarta-feira (15) em Itatinga (SP) (Foto: Arquivo Pessoal)

Dois dos quatro filhotes resgatados dentro de uma caçamba às margens da Rodovia Vicinal Coronel Eduardo Lopes de Oliveira, em Itatinga (SP), já encontraram um novo lar. Os animais foram disponibilizados em uma feira de adoção realizada nesta quarta-feira (15).

No último domingo (12), os cães, dois machos e duas fêmeas, foram encontrados em sacos para transportar batatas. Os sacos estavam amarrados e foi preciso usar uma tesoura para abrir e libertar os filhotes. Eles foram resgatados pelo Corpo de Bombeiros e encaminhados para um grupo de proteção animal.

“Eles chegaram muito assustados, mas são dóceis”, explica uma das voluntárias do grupo, a empresária Ana Paula Zanotello. Os dois machos resgatados ainda estão à espera de uma nova casa. “Temos critérios de responsabilidade a serem seguidos obrigatoriamente, como a castração. Além disso, o cão não pode ter acesso a rua”, explica.

A fêmea Cacau também foi adotada. (Foto: Arquivo Pessoal)

Além das cachorras, Cacau e Batata, foram adotados na feira outros cinco gatos filhotes. De acordo com Zanotello, o grupo pretende fazer outra feira de adoção nos próximos 15 dias.

Para quem quiser colaborar, o grupo também está arrecadando doações de ração, medicamentos e produtos de limpeza para ajudar no cuidado dos 25 animais que estão sob a responsabilidade das voluntárias do grupo.

Além disso, é possível entrar em contato para demonstrar interesse em adotar Oliveira e Jerônimo, filhotes também resgatados no domingo, como também os demais cachorros e gatos. Mais informações pelo telefone (14) 99840-8931.

Resgate de animais

Ainda segundo a voluntária, os casos de abandono e maus-tratos são bastante comuns na região. Entre as ocorrências em que o grupo está mobilizado, por exemplo, consta o resgate de uma cadela com vários ferimentos no rosto causado por vermes, há cerca de 15 dias. Batizada de Stela, a cadela se recupera e aguarda por procedimentos de reconstrução do rosto.

A história é parecida com a de outro filhote de cachorro, Joca, resgatado em setembro deste ano quase na mesma situação. Contudo, após meses de internação, o filhote se recuperou e foi adotado.

Outros casos

Duas fêmeas do grupo de cães encontrados amarrados a um poste na Avenida Itália, no bairro Lavapés, foram adotadas, de acordo com a Prefeitura Municipal. O caso foi registrado no último dia 5 de outubro.

Na época, um dos animais morreu asfixiado pela própria corda. No local ainda foram resgatados outros dois cachorros. Todos foram levados para o centro de zoonoses, castrados e colocados para adoção. Outros três machos estão em lares temporários, aguardando adoção.

A cadela da raça pit bull resgatada pelo Corpo de Bombeiros após ter sido agredida e jogada em um poço de aproximadamente 12 metros de profundidade, no início do mês, passou por cirurgia para a retirada de um tumor e foi castrada.

“Ela está bem e se recuperando na Unidade de Vigilância de Zoonoses de Botucatu. Assim que ela estiver recuperada, será encaminhada para adoção”, explica a nota da prefeitura. Os interessados em adotar na cidade devem procurar a Unidade de Vigilância de Zoonoses (antigo Canil) por meio do telefone (14) 3813-2555.

Portal G1