Depois de perder 80% da produção na última geada, agricultores de Itatinga se prepararam para nova onda de frio

Defesa Civil emitiu alerta de baixas temperaturas e risco de geada entre esta quarta-feira (28) e quinta-feira (29). Institutos Meteorológicos também preveem geada no período.

Uma nova massa de ar frio intensa, de origem polar, chegou no Brasil nesta quarta-feira (28) derrubando as temperaturas na região e Sul e trazendo chuva no Sudeste. Os Institutos Meteorológicos também preveem geada entre a noite desta quarta-feira (28) e manhã desta quinta-feira (29).

A geada é o congelamento do orvalho sobre a vegetação, podendo causar a queima da vegetação pela ação de ventos gelados, que impede a sobrevivência da planta. Diante da nova previsão, a equipe de voluntárias da Horta Cheiro Verde em Itatinga (SP) cobriram os canteiros com plásticos para proteger as hortaliças.

O objetivo é evitar novos prejuízos na plantação, já que com a última onda de frio registrada na semana passada, as plantas congelaram e o gelo queimou 80% das hortaliças. Isto é, praticamente toda a produção.

A frente fria histórica que deve atingir todo o centro-oeste paulista será seguida de uma intensa massa de ar frio que pode até mesmo trazer temperaturas negativas em algumas regiões, conforme explica o meteorologista Fábio Luengo.

“A frente fria que vai mudar o tempo no Brasil essa semana já avançou sobre o Rio Grande do Sul e nesta quarta-feira chega a região sudeste. Logo atrás da frente fria, vem uma outra intensa massa de ar frio. Até o final da semana temos previsão de geada ampla em grande parte do estado de São Paulo. E essa massa de ar frio deve ser a mais intensa do ano de 2021.”

Em todo o centro-oeste paulista, os produtores rurais se preparam para enfrentar essa onda de frio que promete causar uma drástica queda nas temperaturas que chegaram a registrar 28ºC em Botucatu nesta semana, segundo o Ciiagro (Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas).

“Diversas cidades do centro-sul brasileiro podem ter a menor temperatura do ano nesta semana principalmente entre quinta e sexta-feira”, alerta o meteorologista.

De acordo com especialistas consultados pelo G1, o prejuízo causado pelas geadas recentemente também acaba sendo repassado para os consumidores. Um exemplo disso, é a alface que já está 10% mais cara do que na semana anterior ao fenômeno.

Fonte: G1