Carga de Botox fabricado no Paraguai e sem nota fiscal é apreendida em rodovia da região

Região
Carga de Botox fabricado no Paraguai e sem nota fiscal é apreendida em rodovia da região 25 maio 2022

Produto não possui registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e se usado de forma incorreta pode causar necrose nos pacientes, segundo Polícia Rodoviária Federal. Foram apreendidos 200 frascos do material.

Um homem foi preso com 200 frascos de botox contrabandeados em um ônibus, que fazia a linha Foz do Iguaçu (PR) a São Paulo (SP), durante abordagem em Ourinhos (SP), na madrugada desta quarta-feira (25).

Também foram encontradas pela equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF), 19 unidades de pacotes de materiais usados em procedimento de lifting facial.

O suspeito, que tentou esconder a bagagem na poltrona ao seu lado durante abordagem, que ocorreu por volta das 0h20 em frente da base policial, foi levado para a Polícia Civil de Ourinhos com os produtos.

Botox 'pirata' apreendido em Ourinhos na Rodovia Trandbrasiliana (BR-153) — Foto: PRF/Divulgação

Ele contou aos policiais rodoviários que a toxina botulínica foi fabricada no Paraguai e é do tipo Israderm, que não possui registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Segundo a PRF, tal produto pode provocar necrose nos pacientes e esse tipo de apreensão vem acontecendo por todo o país.

Os policiais informaram que o passageiro pode ser investigado falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais. A pena varia de 10 a 15 anos de prisão.

Fonte: G1

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
Oferecimento