Caminhoneiros da região fazem manifestação em Itatinga

Diversos caminhoneiros realizaram protestos na região durante esta segunda-feira, dia 21, contra o aumento no valor do diesel. O ato foi realizado em pelo menos 10 estados do país.

Em nossa região chamou a atenção a paralisação em Itatinga, na chamada rodovia Castelinho. Segundo um dos integrantes do movimento, aproximadamente 50 caminhoneiros estacionaram seus veículos como forma de protesto durante todo o dia.

O movimento não teve convocação, motivo pelo qual o número foi considerado satisfatório. Segundo informações, a paralização deve se repetir nesta terça-feira, dia 22.

Na região

Em Bauru a manifestação de caminhoneiros também foi intensa. Ao todo, os manifestantes estacionaram mais de 20 caminhões às margens da rodovia Marechal Rondon. Os caminhoneiros portavam faixas e cartazes, anunciando a greve geral, o fim do transporte rodoviário e a diminuição no preço do combustível.

Aumento do combustível

A última alta diária do combustível ocorreu na sexta-feira, dia 18, quando a Petrobras elevou os preços do diesel em 0,80% e os da gasolina em 1,34% nas refinarias. Este foi o 5º reajuste diário seguido, colocando os caminhoneiros em extrema dificuldade. A escalada nos preços acontece em meio à disparada nos preços internacionais do petróleo.

A Petrobras diz que as revisões podem ou não refletir para o consumidor final, sendo faculdade aos postos. Segundo a Agência Nacional do Petróleo, do Gás Natural e dos Biocombustíveis (ANP), o preço médio do diesel nas bombas já acumula alta de 8% no ano. O valor está acima da inflação acumulada no ano, de 0,92%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).