Cachorro que quase foi enterrado vivo vira ‘mascote’ da Guarda Municipal em São Manuel

 

Foto: Guarda Municipal/Divulgação

Depois de quase ser enterrado vivo pelo próprio dono, um cãozinho de São Manuel (SP), que foi encontrado embrulhado em um pano dentro de um balde após ser espancado com um pedaço de pau, foi adotado pela equipe da Guarda Municipal que o salvou.

Milagre, como passou a ser chamado pelos guardas, agora é o “mascote” da corporação. “Por tudo que aconteceu, o cara espancou ele com um pedaço de pau. Perto do que sofreu e vinha sofrendo foi um milagre ele ter sobrevivido. Agora todo mundo que vem aqui pergunta dele, quer saber como ele está”, conta o subcomandante da Guarda Wagner Augusto de Camargo.

Na terça-feira (28), a Guarda Municipal foi chamada por vizinhos do suspeito que viram quando ele agredia o cão vira-lata dentro da casa no Bairro Santa Helena. Eles socorreram o animal que já estava quase morto e o levaram ao veterinário. Deram o que comer e o que beber, mas agora eles vão dar o que ele não teve todo esse tempo: carinho.

Foto: Guarda Municipal/Divulgação

Milagre também está recebendo os cuidados veterinários que necessita, pois além do espancamento, ele também está com a doença do carrapato.

Resgate
O cão parecia morto embrulhado em um pano dentro de um balde, pronto para ser enterrado no quintal, informou a Guarda. Ele foi resgatado e encaminhado para a Guarda Municipal, onde recebeu os primeiros socorros e depois foi para a veterinária da Unesp, onde recebeu o tratamento. Ele estava desidratado, desnutrido e com ferimento na cabeça e corpo, segundo a GCM.

Ainda segundo a Guarda, o suspeito de 35 anos alegou que espancou o cachorro porque ele estava com carrapatos e com sarna e iria sacrificá-lo a pauladas. Ele foi encaminhado à delegacia e vai responder em liberdade por maus-tratos.

Fonte: Portal G1