Assinado contrato de revitalização do museu dedicado a Tonico e Tinoco/Pedro Bento e Zé da Estrada em Pratânia

 

Na sexta-feira (10) a proponente Amanda Lopes assinou o contrato junto à Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, através do Programa de Ação Cultural (PROAC), para execução do projeto que prevê a reestruturação de toda a estrutura do Museu dedicado as duplas Tonico e Tinoco, além de ícones da música de raiz, são os maiores vendedores de discos da história do Brasil; e Pedro Bento e Zé da Estrada.

Além de toda a adequação estrutural da instituição para possibilitar a inscrição do Museu no Cadastro Estadual de Museus lançado nesse ano, o projeto também realizará a modernização completa da exposição de longa duração do espaço.

O projeto foi concebido pela parceria entre os escritórios Amanda Lopes Arquitetura e Pró – História Projetos Culturais, sendo submetido no edital de Preservação de Acervos Museológicos, oferecido pela Secretaria de Estado da Cultura através do Programa de Apoio à Cultura (PROAC). O prêmio do projeto é 75 mil reais que será aplicado integralmente no projeto enviado para seleção.

Entre as ações previstas, o projeto será responsável pela modernização da exposição de longa duração da Casa Cultural Tonico e Tinoco/Pedro Bento e Zé da Estrada, sendo a primeira grande reforma da expografia desde a abertura da instituição no início dos anos 2000. A nova exposição está na Rua Francisco Vieira da Maia, 10 – Fone (14) 3844-8200 Fax (14) 3844.8201 – CEP 18.660-000 – CNPJ 01.576.782/0001-74

Ela trará novas formas de interação do público com o acervo, construindo uma visita ainda mais informativa e agradável, evocando constantemente a importância das memórias sobre os músicos.

Além da expografia, o projeto também prevê a completa adequação da instituição aos parâmetros técnicos solicitados pelo Cadastro Estadual de Museus, possibilitando dessa forma que a instituição torne-se uma das referências museológicas do Estado de São Paulo.

Segundo Amanda Lopes, arquiteta e urbanista e proponente do projeto, “essa é uma oportunidade sem precedentes para uma instituição como a Casa Cultural Tonico e Tinoco/Pedro Bento e Zé da Estrada, pois conseguiremos a partir deste projeto adequar a instituição para que faça frente às necessidades de um museu contemporâneo”.

Contrapartida

A Prefeitura Municipal de Pratânia também tem função fundamental nesse projeto, pois além de autorizar a realização do projeto, será responsável pela realização da contrapartida solicitada pela equipe dos escritórios responsáveis, atuando na implantação da Reserva Técnica, através da compra de mobiliário e reforma do espaço destinado à essa importante área do Museu. Dessa forma, a Prefeitura investirá na implantação da Reserva Técnica um valor em torno de 9 mil reais.

O ProAC Criado em 2006 o Proac – Programa de Apoio à Cultura na modalidade “Concurso/Editais” caracteriza-se como um dos mais significativos mecanismos públicos de financiamento direto para a produção artística no Estado de São Paulo.

O Proac Editais tem o objetivo de fomentar e difundir a produção artística em todas as regiões do Estado e diversas expressões culturais são contempladas pelo programa em Editais específicos, entre elas: teatro, dança, música, literatura, circo, artes cênicas para crianças, festivais de arte, audiovisual, museus, diversidade e artes visuais.

Lançados anualmente os Editais funcionam como concursos, os projetos inscritos são avaliados por uma comissão composta por 5 especialistas, 3 indicados por entidades e movimentos artísticos e culturais e 2 membros indicados pela Secretaria, sempre buscando os melhores profissionais do segmento escolhido.

A verba é oriunda de recursos próprios da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo. Os projetos selecionados no ProAC devem obrigatoriamente oferecer contrapartidas, na forma, por exemplo, de exibição de espetáculos a preços populares ou gratuitos.