Alunos se mobilizam e compram cadeira de rodas motorizada para colega de classe: ‘Maior sonho’

Os alunos da Etec de Anhembi (SP) se mobilizaram para comprar uma cadeira de rodas motorizada para uma colega da sala deles, que tem uma malformação na coluna. A entrega do presente emocionou os estudantes.

Rebeca Gabriele de Souza Campos, de 16 anos, sofre de Mielomeningocele, uma malformação na coluna vertebral causada pela deficiência de ácido fólico na gravidez da mãe. Por causa dela, Rebeca usa uma cadeira de rodas desde criança, mas sempre sonhou em ter um equipamento motorizado.

O sonho da Rebeca foi realizado depois de um trabalho da disciplina de marketing, do curso de administração da Etec de Anhembi. A ideia era fazer uma ação social e arrecadar dinheiro, através de rifas, doações e patrocínios, para ajudar alguém que estivesse precisando. Pensando nisso, os estudantes decidiram ajudar a colega de classe.

“Nós perguntamos se ela tinha vontade de ter uma cadeira motorizada e o olho dela até brilhou, ela disse: ‘é o que eu mais sonho’”, contou o estudante João Victor Pedroso.

Assim, os alunos começaram a arrecadar o dinheiro. Eles fizeram rifa de um novilho, doado pelo parente de um dos estudantes. “Nós montamos uma ação entre amigos, foi dividido entre 35 alunos, com 25 números para cada um. Nós fomos vendendo e conseguindo dinheiro”, lembra o estudante.

Além da rifa, o grupo conseguiu doações e apoio de patrocinadores. Eles iam até os estabelecimentos de Anhembi e contavam sobre o trabalho e a história da amiga Rebeca. Em três meses, o grupo arrecadou R$ 19 mil.

Eles compraram a cadeira motorizada por R$ 14 mil e gastaram R$ 1 mil para realizar o evento. O restante, segundo João Victor, será utilizando para reformar a cadeira antiga de Rebeca.

O grupo realizou um evento para entregar o presente no último dia 22 de novembro. “Foi um momento muito emocionante, tanto para nós como para ela”, lembra João Victor.

Apesar da Rebeca já saber da organização dos colegas, a cadeira motorizada foi uma surpresa para a jovem, pois os amigos não a deixaram ver o equipamento até o dia da entrega.

“É maravilhosa, bem confortável. Ficou mais fácil, é mais praticidade da minha vida. Agora eu posso ir em qualquer lugar sem depender de ninguém”, comemora a adolescente.

Fonte: G1