TRE suspende eleições em Anhembi e outras cidades paulistas

Após o governo de São Paulo ter anunciado que todo o estado vai entrar na Fase Vermelha, o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) decidiu suspender as eleições suplementares para prefeito que seriam realizadas em março e abril em nove municípios.

A medida atingie a eleição de Anhembi, na região de Botucatu, que tinha eleição marcada para 11 de abril. O prefeito reeleito para o 2º mandato, Miguel Machado (PSDB), não pôde assumir o cargo, pois havia sido cassado por improbidade administrativa no ano passado.

O presidente eleito da Câmara dos Vereadores, Lindeval Mota (PP), continua na cadeira do Executivo até a nova eleição.

Outras cidades

Outros pleitos estavam marcados para 07 de abril, nas nas cidades de Apiaí, Campina do Monte Alegre, Itaoca, Leme, Piacatu, Santo Antônio do Jardim e Trabiju. Cajati teria eleição no dia 11.

O TRE-SP ainda não informou as novas datas para as eleições. As eleições municipais foram realizadas em novembro do ano passado, em todo o país.

Os novos pleitos ocorrem quando a Justiça Eleitoral indefere registro de candidatura, cassa diploma ou decreta a perda de mandato de candidato eleito para cargo majoritário, o que ocorreu nessas nove cidades.

Ontem (3), o governador de São Paulo, João Doria, anunciou que todo o estado entrará na Fase 1-Vermelha do Plano São Paulo a partir deste sábado, Nessa etapa do plano, somente atividades consideradas essenciais são permitidas. A Fase 1 vai durar 14 dias e tem o objetivo de diminuir a propagação do novo coronavírus, causador da covid-19.