PT volta atrás, mantém candidatura e anuncia novo vice para sua chapa em Botucatu

 

O diretório Municipal do PT desistiu de protocolar o pedido de renúncia da candidatura de Priscila Firmino à Prefeitura de Botucatu. A decisão ocorreu na noite desta segunda-feira, dia 19, após uma reviravolta nos rumos do diretório para o pleito de 15 de novembro.

Até a manhã de hoje a renúncia era certa, com o protocolo na Justiça Eleitoral sendo questão de horas, segundo disse um integrante do diretório. O fato foi discutido durante todo o final de semana em meio a escolha de um novo vice na chapa que também conta com o PC do B, após indeferimento de Cida Franco.

Após intensas conversas, tudo mudou. Ficou definido que Claudião Silva, ex-vereador da sigla em Botucatu, será o novo vice na coligação denominada ‘Juntos com a força do povo’. O petista foi vereador na legislatura 2001/2004.

A antiga postulante teve sua candidatura indeferida por falta de documentos. Apesar da troca, o PC do B continuará na coligação.

Relembre a candidatura indeferida

A Justiça Eleitoral indeferiu no fim de semana retrasado a candidatura de Aparecida Donizete Franco, mais conhecida como Cida, Assistente Social em Botucatu e filiada do PC do B. Ela figurava como vice de Priscila Firmino (PT) na coligação “Juntos com a força do povo”.

O processo aponta falta de documentos para o registro oficial da candidatura. O fato foi publicado no mural do TRE, indicando na decisão que o nome precisa ser trocado para não prejudicar toda a chapa.

A coligação “Juntos com a força do povo” emitiu na oportunidade um comunicado afirmando que iria recorrer. A coligação expressou que não trocaria a vice.

Ocorre que a candidata perdeu o prazo para a defesa, que findou na terça-feira, dia 13, e ficou determinado a troca de seu nome, antes que toda a coligação seja prejudicada.

Cida foi indicada em setembro pelo PC do B na coligação entre os dois partidos de esquerda em Botucatu. Cida é militante do PC do B, tem 59 anos e é Servidora Pública. Em 2016 foi candidata a vereadora e teve 352 votos.