PT vai protocolar pedido de renúncia da candidatura de Priscila Firmino em Botucatu

O diretório Municipal do PT deve protocolar nesta segunda-feira, dia 19, o pedido de desistência da candidatura de Priscila Firmino à Prefeitura de Botucatu. Foi o que disse uma fonte ao Acontece Botucatu.

O partido teve reuniões no fim de semana para definir um eventual nome para ser vice na chapa, mas não chegou a um denominador comum, surgindo a possibilidade de desistência.

A antiga postulante, Cida Franco, do PC do B, teve sua candidatura indeferida por falta de documentos. Por esse motivo, a coligação denominada ‘Juntos com a Força do Povo’ não disputará mais a eleição em 15 de novembro.

O documento será protocolado nesta segunda-feira, dia 19, na Justiça Eleitoral.

Relembre a candidatura indeferida

A Justiça Eleitoral indeferiu no último final de semana a candidatura de Aparecida Donizete Franco, mais conhecida como Cida, Assistente Social em Botucatu e filiada do PC do B. Ela figurava como vice de Priscila Firmino (PT) na coligação “Juntos com a força do povo”.

O processo aponta falta de documentos para o registro oficial da candidatura. O fato foi publicado no mural do TRE, indicando na decisão que o nome precisa ser trocado para não prejudicar toda a chapa.

A coligação “Juntos com a força do povo” emitiu na oportunidade um comunicado afirmando que iria recorrer. A coligação expressou que não trocaria a vice.

Ocorre que a candidata perdeu o prazo para a defesa, que findou na terça-feira, dia 13, e ficou determinado a troca de seu nome, antes que toda a coligação seja prejudicada.

Cida foi indicada em setembro pelo PC do B na coligação entre os dois partidos de esquerda em Botucatu. Cida é militante do PC do B, tem 59 anos e é Servidora Pública. Em 2016 foi candidata a vereadora e teve 352 votos.