Pardini diz que se for candidato, André Peres será seu vice novamente

Pardini disse que ainda não definiu situação de reeleição em Botucatu

ARQUIVO ACONTECE BOTUCATU

O Prefeito de Botucatu Mário Pardini disse nesta quarta-feira, dia 18, que uma decisão sobre sua candidatura visando a reeleição em 2020 ainda será tomada. A declaração foi dada durante entrevista ao programa Bom Dia Criativa, da Rádio Criativa FM e ao Acontece Botucatu.

Questionado sobre assunto, Pardini afirmou que ainda tem questões familiares para resolver antes de tomar uma decisão quanto a reeleição.

“Eu realmente não defini. As pessoas podem não acreditar nisso, mas existem situações familiares que eu preciso resolver. Mas eu não conversei sobre isso definitivamente com minha equipe e com esse grupo político ampliado que a gente tem. Ninguém pode ser candidato de si próprio, então essas conversas precisam acontecer para depois a gente definir e anunciar qual a decisão. Nesse momento governar a cidade tem que consumir todas as nossas energias”, colocou.

Apesar da indefinição, concordou que será difícil negar essa possibilidade em virtude da vontade de sua equipe, do partido, de projetos em andamento, mas principalmente, o apoio popular através de pesquisa sobre a aprovação de seu governo, segundo ele.

“Realmente é difícil. Eu tenho um compromisso com a cidade, muita coisa que a gente continua sonhando para a cidade. Existem coisas que sonhamos e executamos, existem coisas que sonhamos e que vamos executar e existem coisas que sonhamos e não vamos realizar. Muitas coisas vamos viabilizar e não vamos conseguir executar na nossa gestão. O bom de tudo isso é que nenhuma promessa foi feita, pois sempre fui muito conservador com as coisas a serem feitas em nossa cidade”, pontuou Mário Pardini.

Apesar de ainda não ter uma definição, é certo que André Peres será novamente seu vice. Pardini foi taxativo com esse cenário.

“Não há outra possibilidade. Se eu for candidato não tem a menor possibilidade de eu ter outro vice-prefeito, isso já está definido. Se eu não for, não tenho como garantir isso, mas se eu for candidato, o candidato a vice será o André. Ele vem trabalhando com a gente de forma muito leal, vem enfrentando as dificuldades nesses três anos de governo, sendo a maquininha do governo na execução dessas obras com mão de obra própria. Ele entendeu o espírito desse governo que é de gerar economia e melhores contratos para que a gente pudesse ter capacidade de investimento. Ele me ajudou muito com relação a isso e não existe motivo para que o André Peres não seja meu vice”, declarou Pardini.

Presente no estúdio, O Secretário de Participação Popular e vice-Presidente do PSDB, Curumim, afirmou que a vontade do Partido é pela reeleição de Mário Pardini.

“Há conversas internas dentro do partido, claro, respeitando o posicionamento de todos, mas para grande maioria, Pardini é o nosso candidato natural do PSDB. E nós como partido temos muito orgulho de tê-lo como membro. Não tenho dúvida que essa é a vontade da maioria dos membros, tanto da executiva quanto do diretório do PSDB. Respeitamos a decisão dele, mas no partido hoje definitivamente Pardini seria o nosso pré-candidato”, expressou Curumim.

O Prefeito de Botucatu ainda citou a obra da Represa do Rio Pardo como um fator motivacional para continuar o trabalho.

“Em relação ao que disse o Curumim, realmente é uma responsabilidade a mais. Eu tenho compromisso com a cidade, com a população, mas o compromisso de entregar a represa do Rio Pardo, por exemplo, me instiga muito e tudo isso está sendo considerado.

Em 2016 Pardini e Peres obtiveram 58,20%, totalizando 39.045 votos. A definição sobre sua candidatura ou não deve ocorrer entre fevereiro e março, quando o cenário político deverá ficar mais claro em Botucatu.