Ministro dos Transportes estará em Botucatu para anunciar início das obras de viaduto

 

Segundo Milton Monti, presença de Quintella está prevista para sexta-feira, dia 11

O ministro dos transportes Maurício Quintella estará em Botucatu na sexta-feira, dia 11, para anunciar o início das obras de construção do viaduto que ligará os bairros Jardim Cristina e Jardim Paraíso. A afirmação foi dada nesta quinta-feira, dia 03, pelo Deputado Milton Monti, em entrevista às Rádios Municipalista e F-8.

O Parlamentar se pronunciava sobre seu voto favorável ao Presidente Michel Temer na sessão que julgou as denúncias de corrupção, fato que gerou indignação de muitos internautas. Nesta mesma entrevista foi indagado pelos apresentadores do programa “A Marreta”, confirmando a presença do Ministro em evento que tratará das obras dessa ligação, um dos assuntos mais polêmicos dos últimos anos em Botucatu.

Maurício Quintella já assinou os contratos com a empresa paranaense Contersolo e viria até Botucatu para dar autorização no início das obras, segundo Milton Monti. “Não nesta sexta, na outra, o Ministro estará em Botucatu para dar início às obras após a assinatura de contrato com a empresa responsável. Eu estou muito feliz, pois essa obra é muito importante para Botucatu”, disse Monti via telefone para as emissores de rádio.

Apesar da fala do parlamentar, o Acontece Botucatu apurou que o Ministério dos Transportes ainda não confirmou com a Prefeitura a presença do Ministro nesta data. Milton Monti é muito próximo de Quintella, aliás, ambos são do mesmo partido, o PR.

Datas anteriores

Obra está orçada atualmente em R$ 16 milhões

A obra é uma das mais aguardadas pelos botucatuenses, ao mesmo tempo que se tornou alvo de muita frustração desde que foi anunciada em 2009. Existia a expectativa e até mesmo promessas de que as obras teriam início ainda nos primeiros meses de 2017, fato que não se confirmou.

A não liberação de recursos por parte do governo federal prejudicou as pretensões de início das obras, segundo alegações oficiais. A obra, licitada em 2014, tinha o valor inicial de R$ 12 milhões.

Hoje ela deve estar na casa dos R$ 16 milhões. A construção será supervisionada pelo DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), que contratou a empresa Contersolo, sediada no Paraná.

O licenciamento é de responsabilidade da Prefeitura. O projeto prevê a construção de um viaduto de 140 metros de extensão para ligar diversos bairros como Vila Maria, Vila Ema, Jardim Cristina entre outros ao Jardim Paraíso, transpondo a linha férrea e o ribeirão Lavapés.