Câmara cassa o mandato do Prefeito de Anhembi Miguel Machado

O Prefeito de Anhembi, Miguel Machado, foi cassado na tarde desta quinta-feira, dia 20, em sessão na Câmara Municipal. A votação final apresentou 6 votos favoráveis a cassação e 3 contrários.

Eram 4 acusações que pesavam contra o chefe do poder executivo. Segundo denúncia, Machado emprestou uma van para que particulares fossem até a Bahia.

Também constava a compra irregular de cesta de natal em excesso. Ele não teria explicado para quem ou como ocorreu distribuição.

Ainda tinha a acusação de divulgação de filmes institucionais para promoção própria e cessão de máquinas públicas para particulares.

Em publicação nas redes sociais Miguel Machado negou as acusações, chamado-as de armadilhas. Ele deve recorrer da decisão.

“Vamos seguir confiando na Justiça – a justiça de verdade e não nessa armadilha que fizeram para mim – tranquilos, serenos, de cabeça erguida, consciência limpa e certos de que ela não falhará. Anhembi sabe quem trabalha por ela, quem tem serviço prestado e quem a ama de verdade”, disse Miguel Machado em parte de um texto publicado em sua página no Facebook.

Com a cassação, quem assume a Prefeitura de Anhembi é o presidente da Câmara Municipal, Sebastião de Quadros Neto. O mandato vai até 31 de dezembro deste ano.