Após Pardini chamar de PT de quadrilha, partido em Botucatu emite nota de repúdio

As declarações do Prefeito de Botucatu Mário Pardini sobre o segundo turno das eleições no próximo domingo, dia 28, repercutiram muito nas redes sociais. Nesta terça-feira, 23, durante entrevista na Rádio Criativa FM, ao ser perguntado sobre seus votos, não titubeou em dizer.

“No Bolsonaro. Votei no Geraldo Alckmin no primeiro turno, conheço muito o Geraldo e acho que seria uma excelente opção para o país e agora vou de Bolsonaro”, disse.

Na sequência o Prefeito disparou contra o PT em âmbito nacional fazendo duras críticas dizendo que a sigla de Lula e Haddad não é mais um partido.

“No PT eu não voto de jeito nenhum. O PT já governou o país, não é mais um partido político, é uma quadrilha. É impossível votar no PT e diante disso, como milhões de brasileiros com esperança, voto no Bolsonaro e também voto no João Dória para governador do Estado de São Paulo, como fiz no primeiro turno”, colocou o Prefeito na entrevista.

Após a repercussão, o Partido dos Trabalhadores emitiu uma nota oficial sobre a posição do Prefeito de Botucatu. Na nota o Diretório Municipal cita o sentimento de indignação e repúdio; confira a nota enviada pelo Diretório Municipal.

“Quem conhece História sabe que o fascismo sempre se valeu de truculência, calúnias e mentiras para assaltar o poder e cometer todos os crimes que cometeu contra a humanidade. Foi assim em vários países do mundo, Espanha, Itália e, o mais conhecido, a Alemanha de Hitler com seus milhões de executados nas câmaras de gás.

Hoje vemos o “ovo da serpente” ser chocado por políticos que disseminam o ódio e que escolheram o PT, para ser hoje o que os judeus foram para que Hitler pudesse justificar sua loucura.

O Partido dos Trabalhadores de Botucatu lamenta e repele a declaração do Prefeito de Botucatu de que o PT é uma quadrilha. Essa falsidade foi usada como estratégia política dos que colocaram o Temer na Presidência da República, com as consequências funestas que todos sabemos. E “uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade”, como disse Joseph Goebbels, ideólogo do nazismo. Esta já foi repetida milhões de vezes, e continua sendo. E parte significativa da população ainda acredita.

Por isso, no momento em que, na disputa do segundo turno, um dos candidatos decidiu fugir dos debates e fazer sua campanha baseado em mentiras (Fake News), seus cabos eleitorais utilizam essa calúnia no lugar das propostas que deveriam apresentar, mas que escondem por motivos óbvios.

O Prefeito de Botucatu tem todo direito de apoiar quem quiser, pois vivemos numa democracia. Ainda. Sempre o respeitamos e disputamos com o seu partido no campo das ideias, lealmente. Governamos Botucatu por oito anos e nunca fomos acusados de nenhum indício de corrupção. A história está aí pra confirmar.

A insanidade não vencerá. Como diz a frase atribuída a Abraham Lincoln, “Pode-se enganar a todos por algum tempo; pode-se enganar alguns por todo o tempo; mas não se pode enganar a todos todo o tempo”. Diz a nota do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores em Botucatu.