André Spadaro oficializa saída do Governo Municipal após 5 anos

Política
André Spadaro oficializa saída do Governo Municipal após 5 anos 31 março 2022
Saúde – André Spadaro

O Secretário de Saúde do município, André Spadaro, oficializou nesta quinta-feira, dia 31, sua saída do governo Mário Pardini após 5 anos. Ele concedeu uma entrevista ao Jornal Bom Dia Criativa, na Rádio Criativa FM, onde confirmou que não seguirá.

O pedido de afastamento respeita a da data limite, 1º de abril, para que aqueles que desejam ser candidatos nas eleições de outubro se desincompatibilizem com cargos públicos. Pardini já conversa com alguns nomes que poderiam assumir a pasta da saúde municipal.

“Por uma série de razões hoje é meu último dia na Secretaria Municipal de Saúde. Entendo que esse foi um ciclo na minha vida que se completa hoje, um período bastante intenso, de muito trabalho e dedicação e doação pessoal. Muito estresse, abdicação de vida familiar e pessoal, mas sempre com objetivos nobres, de procurar fazer ações que beneficiem as pessoas e a vida das pessoas”, disse em parte da entrevista.

André Spadaro deverá ser candidato a Deputado Estadual. Embora não fale abertamente, seu nome já era trabalhado nos bastidores mesmo antes da pandemia. Hoje filiado ao PSDB, o Médico analisa também convites de outras legendas.

“A gente vem tentando conversar e essa é uma das possibilidades. Com todo o processo cansativo da variante ômicron, as dificuldades no atendimento infantil, que já estão sendo sanadas, não tivemos tempo de amadurecer isso. Muito trabalho, muita correria, por exemplo, até ontem eu estava participando de reuniões sobre o Pronto- Socorro Infantil, hoje ainda temos reuniões importantes. Mas é claro que se deve respeitar os prazos, caso esse seja o caminho. Mas ainda vou refletir nas próximas semanas e caso essa eventual pré-candidatura seja uma possibilidade, eu preciso formalmente cumprir todos os requisitos da legislação eleitoral”, colocou Spadaro em mais um trecho da entrevista.

Uma coisa é certa nos corredores políticos. O Prefeito Mário Pardini, reeleito em 2020 com 85,4% dos votos, deve apoiar a candidatura de Spadaro. Spadaro esteve no governo desde o início da gestão Pardini em janeiro de 2017.

Apesar de nunca ter disputado uma eleição, André teve contato com política bem cedo. Ele é filho do ex-Prefeito Joel Spadaro, que governou Botucatu entre 1989 e 1992.

Spadaro é Cardiologista Intervencionista formado pela USP e atuou no Incor, HC de Botucatu, Faculdade de Medicina de Botucatu, Faculdade de Medicina da USP, entre outros.

Homem de confiança de Pardini e liderança na pandemia

É inegável que durante a pandemia, depois do próprio Prefeito, por questões óbvias de popularidade, quem mais ganhou notoriedade e importância em Botucatu foi o Secretário Municipal de Saúde André Spadaro.

Potencializado pelas circunstâncias, nunca um Secretário Municipal teve tanto peso e evidência em Botucatu. Além de todas as ações, o Boletim Coronavírus colocou a figura do filho do ex-Prefeito Joel Spadaro dentro dos lares botucatuenses, ou melhor, dentro dos smartphones de Botucatu e região.

Spadaro foi líder e protagonista no combate à pandemia e peça chave na conquista da vacinação em massa em Botucatu. Com isso, teve um claro crescimento político, além de ser o homem de confiança de Mário Pardini.

Além da vacinação, Botucatu teve como conquistas da Saúde em sua gestão na pasta a abertura ampla de pronto-atendimento noturno, com dez no total, abertura do CAPS Infantil, vacinação noturna, farmácia noturna, Unidade de Saúde entregues e outras em fase de implementação, entre outras ações.  

Além de uma possível candidatura a Deputado Estadual, Keko, como é apelidado, sempre foi mencionado como sucessor de Pardini para as eleições municipais em 2024. Outros nomes, como o de Fábio Leite (Secretário de Governo), por exemplo, também são ventilados.

Apesar de todo burburinho, também há possibilidade de Spadaro seguir outros caminhos que não a política. Cardiologista, o médico também é cotado para assumir outros projetos na saúde, além de tocar planos pessoais.

Ocupantes de uma série de cargos e funções, que pretendam disputar uma vaga nas Eleições Gerais de 2022 devem se desincompatibilizar de seus cargos até o dia 01 de abril, ou seja, seis meses antes da eleição, que estão marcadas para o dia 02 de outubro.

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
Oferecimento