Única sobrevivente de acidente que matou 6 pessoas em Botucatu recebe alta

Arquivo Acontece Botucatu

A adolescente de 16 anos, única sobrevivente do acidente que matou seis pessoas da mesma família, recebeu alta da UTI neste fim de semana e se recupera agora no leito da enfermaria do Hospital das Clínicas de Botucatu.

Polliane Stephany Ferreira Lima tinha viajado com a família do namorado, Ismael Pires Filho, que também tinha 16 anos, para passar o feriado de Páscoa com parentes dele em Águas de Santa Bárbara. O acidente aconteceu quando eles voltavam de lá para Sumaré, onde moravam.

O namorado Ismael, os dois irmãos dele, a sobrinha e os pais morreram na colisão frontal na Rodovia João Mellão, que liga Botucatu a Pratânia na noite do dia 1º de abril, domingo de Páscoa.

“Foi um milagre ela ter sobrevivido. É o que todos os médicos falam, chamam ela de vitória até, porque ela nasceu de novo. Ela sofreu múltiplas fraturas, está com o corpo todo quebrado, mas está viva e se Deus quiser vai se recuperar”, conta a mãe da adolescente, Luciane Maria Lima.

Luciene ficou sabendo do acidente só na manhã do dia seguinte e a primeira notícia que recebeu era de que a filha também tinha morrido. “Foram 40 minutos de desespero, que eu achei que ela estava morta. Só depois desse tempo que o pessoal da igreja que frequentamos ficou sabendo das informações corretas e vieram me avisar”, lembra.

Para acompanhar a recuperação da filha, Luciene deixou os outros dois filhos, de 9 e 14 anos, com o pai em Sumaré, onde moram. “Eu fico 24 horas com ela, ainda não tem nenhuma previsão de alta e também não sabemos se ela vai ficar com alguma sequela.”

Ainda de acordo com a dona de casa, essa tinha sido a primeira vez que a filha viajava com a família do namorado. Eles estavam juntos há cinco meses e as famílias se conheciam.

“Eles eram muito queridos, uma família maravilhosa. É difícil de acreditar, mas eu tenho que agradecer a Deus por ter dado essa chance para minha filha.”

Luciene disse ainda que a filha se lembra de como foi o acidente e está bastante abalada ainda com a morte do namorado e da família.

“Ela disse que lembra dos gritos de todo mundo no carro quando caminhão estava próximo e deu um impacto muito forte. Depois disso ela desmaiou e acordou chamando o namorado, mas ninguém respondeu. Aí ela perdeu os sentidos de novo e só lembra depois de estar na ambulância.”

O acidente

O acidente foi na Rodovia João Mellão, que liga Botucatu a Pratânia e, segundo a polícia, teria ocorrido após uma tentativa de ultrapassagem.

No carro, com placas de Sumaré, estavam sete pessoas e, segundo a polícia, o motorista não tinha carteira de habilitação. Seis morreram no local e a adolescente de 16 anos foi socorrida e levada para o Hospital das Clínicas

O motorista do carro, Ismael Pires, de 44 anos, viaja com a mulher, Laurinda Silva Pires, de 38, com os filhos, Ismael Pires Filho, de 16, Israilane Tainara Pires, de 14, e Israel Pires, de 12, com a neta, Taynara Vitória Pires, de dois anos, e com a namorada do filho mais velho, a única sobrevivente. Já o motorista do caminhão atingido não e feriu. Após o acidente, a rodovia chegou a ficar interditada por cinco horas para retirada dos veículos e das vítimas.

Fonte: Portal G1