TOR prende na Castelo Branco homem condenado por estupro

Foto enviada pela Polícia Rodoviária

O TOR da Polícia Rodoviária prende na noite de segunda-feira um condenado capturado usando documentos falsos. O fato ocorreu na rodovia Castelo Branco, em Itatinga. Durante fiscalização ao combate de ilícitos penais, pela praça de pedágio de Itatinga, os policiais militares rodoviários observaram a atitude suspeita do condutor de um automóvel que estava próximo a cabine para efetuar o pagamento da tarifa.

O homem, de 49 anos, demonstrava-se apreensivo com a presença policial. Após abordagem, busca pessoal e veicular, foi localizada uma bolsa com uma identificação bordada com um nome e dentro de uma carteira/porta documentos um CPF em nome de J. O. F., primeiro nome idêntico ao mesmo do bordado na bolsa. Porém, ao verificar a CNH apresentada pelo condutor, além do fato do nome ser diferente, a equipe notou alguns indícios de falsidade no documento apresentado.

Após consultas, foi constatado que J. O. F. (Nome do CPF) encontrava-se procurado pela justiça pelo crime tipificado no Art. 213 do Código Penal (Estupro), com pena de 13 anos e 6 meses de reclusão em regime fechado a cumprir, conforme processo pela 4º Vara Criminal de Sorocaba, com prescrição em 29/05/2034.

Indagado pelos policiais, o homem confessou que seu verdadeiro nome era o que estava no CPF localizado e sobre a CNH, informou que foi até uma praça no centro de São Paulo e adquiriu a CNH por saber que estava procurado pela Justiça. Ocorrência apresentada no Plantão de Polícia Civil de Botucatu, onde foi elaborado o flagrante, apreendida a CNH e o preso encaminhado ao CDP de Itatinga.