TOR prende duas pessoas na Castelo Branco com carro roubado

A Polícia Rodoviária registrou no sábado, 21, um caso de apreensão de veículo na Rodovia Castelo Branco. Durante fiscalização no combate ao tráfico de drogas e demais ilícitos penais, pela praça de pedágio de Itatinga, a Equipe do Tático Ostensivo Rodoviário verificou um veículo HONDA/CIVIC, cor branca, na cabine de pagamento da tarifa e não era possível observar os ocupantes no interior devido a película não refletiva (Insulfilm).

Abordado o automóvel que ostentava placas do município de São Simão/SP. Os policiais militares rodoviários efetuaram busca pessoal e veicular, mas nada de ilícito foi localizado no automóvel. Porém, durante vistoria veicular, foi verificado que alguns sinais identificadores como chassi, etiquetas, VIN dos vidros e placas, haviam sofrido algum tipo de adulteração.

Após a consulta da numeração do bloco de motor do automóvel, a Equipe do TOR constatou que se tratava de um veículo “Dublê”, ou seja, veículo da mesma marca, modelo, cor que se observava e ao consultar as placas do carro abordado, os originais eram do município de Rio Bonito/RJ.

Havia queixa de Roubo registrada no 72º DP de Itaboraí/RJ, na data de 27/07/2021. Consta que as vítimas foram abordadas na BR 101 em São Gonçalo/RJ, na modalidade de roubo conhecida como “arrastão”, onde vários marginais armados interditam vias e passam a roubar veículos.

Diante do fato, foi dada voz de prisão à condutora e ao passageiro crime de “Receptação”, artigo 180 do Código Penal Brasileiro. A ocorrência foi encaminhada ao plantão da Polícia Civil de Botucatu. A delegada de plantão registrou o flagrante pelo crime de Receptação, Art 180, § 1º do CP.

O preso foi recolhido à carceragem local para posterior transferência à cadeia pública de Itatinga/SP. O veículo foi objeto de perícia técnico científica pelo DP e posteriormente foi apreendido ao pátio credenciado da Polícia Civil.