TOR faz a apreensão de mais de 600 quilos de maconha

Polícia
TOR faz a apreensão de mais de 600 quilos de maconha 09 setembro 2011

Uma operação desencadeada para Polícia Militar Rodoviária de Botucatu, através do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR), no início da noite desta sexta-feira (9), terminou com a apreensão de 607,700 quilos de maconha prensada, dividida em 665 tabletes.

Os patrulheiros sargento Hamilton e os soldados Cristiano e Lima estavam trabalhando no km 208, da SP 280 – Rodovia Presidente Castello Branco, nas imediações do pedágio de Itatinga, quando interceptaram um veículo Pálio Flex 1.8, placas HSI-8540, de Campo Grande, MS, sendo conduzido por Rogério Almeida de Siqueira, de 35 anos de idade.

Os policiais suspeitaram do veículo e da placa do mesmo, já que grande parte da droga distribuída em São Paulo vem do Mato Grosso e passa pelas rodovias da região, principalmente a Presidente Castelo Branco e Marechal Rondon. Ao ser abordado, Siqueira não esboçou nenhuma reação, nem teve como negar que trazia droga oculta no carro.

O veículo foi encaminhado ? base de Polícia Militar Rodoviária e passou por uma revista completa e a droga estava espalhada por todos os cantos do carro, como piso, portas, bancos, porta malas, etc. Ao levantar a procedência do veículo os policiais constataram que ele era produto de um roubo cometido na Cidade de Cascavel, PR.

Outro dado é que a droga é oriunda do Paraguai, atravessou a fronteira brasileira e chegou ? Cidade de Guaíra, MS, sendo entregue para Rogério Siqueira que iria transportar a droga para Barueri, Grande São Paulo. Receberia a quantia de R$ 20 mil pelo transporte, mas não revelou quem o contratou.

“Na abordagem quando vi os policiais se aproximando, deduzi que tudo estava perdido e já falei que o carro estava carregado (de maconha). Recebi voz de prisão e agora vou ter que pagar por isso, não tem jeito. Tenho 4 filhos e meu pensamento nessa hora foi neles. Aceitei fazer o transporte porque precisava do dinheiro para quitar uma dívida”, colocou Siqueira que não trazia a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). “Pra que a Carteira? O que ela iria resolver num caso desses? Assumi o risco, mas não consegui passar. Fazer o quê, não é mesmo?”, emendou.

O carro, assim como os 607,700 quilos de maconha dividida em 665 tabletes foram encaminhadas ao Plantão Permanente onde delegado Sérgio Castanheira fez a confecção do Boletim de Ocorrência (BO). Rogério Siqueira foi recolhido ? Cadeia Pública local e poderá pegar uma pena que varia de 5 a 15 anos de reclusão. A droga foi guardada em um local seguro para ser, posteriormente, incinerada por determinação judicial.

{n}Fotos: Valéria Cuter

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
FREIRE MOTOS
Oferecimento

Veja também

Oferecimento
VISTORI
SHOPPING INSTITUCIONAL
INSTITUCIONAL ELO
EXAME TOXICOLOGICO