TOR apreende carga de 300 mil maços de cigarro na Castelo Branco

A Polícia Rodoviária registrou neste sábado, 22, um caso de contrabando de cigarros na Rodovia Castelo Branco. A ocorrência se desenvolveu no km 280, em Itatinga, região de Botucatu.

Durante fiscalização no combate ao tráfico de drogas e demais ilícitos penais, a Equipe do Tático Ostensivo Rodoviário-TOR abordou um conjunto de veículos (bitrem) com placas de Marechal Cândido Rondon/PR (cavalo trator) e Cianorte/PR (reboques) devido ao visível nervosismo do condutor ao observar os policiais no local.

Ao ser abordado e questionado quanto ao que transportava, o homem de 46 anos, morador de Toledo/PR, alegou estar vazio, porém, os compartimentos de carga foram vistoriados e foram localizadas várias caixas de cigarros contrabandeados do Paraguai, sendo que a segunda unidade rebocada estava com metade da carga.

Segundo alegação do motorista, ele pegou o caminhão já carregado com as caixas de cigarros contrabandeados em um posto de combustíveis em Toledo e levaria até São Paulo e que a carga de cigarro não estava completa devido à fronteira com o Paraguai estar praticamente fechada por conta da pandemia do COVID 19. Assim, o bitrem foi carregado com as caixas que estavam disponíveis naquele momento.

Foi dada voz de prisão em flagrante ao condutor do veículo pelo cometimento do crime de contrabando e a ocorrência foi encaminhada até a Delegacia da Polícia Federal de Bauru, onde foi registrado o flagrante e feita a apreensão de aproximadamente, 300.000 maços de cigarro contrabandeados.

Os três veículos, três CRLV, dois telefones celulares, uma nota fiscal e R$ 550,00 em dinheiro foram apreendidos. O preso foi encaminhado ao CDP de Bauru.