Tatuagem feita em adolescente vira caso de lesão corporal

Polícia
Tatuagem feita em adolescente vira caso de lesão corporal 19 setembro 2011

Acionados através da Central de Comunicação, os agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) Paula e Prado compareceram ? Rua Amando de Barros, em frente a Praça Coronel Moura – Paratodos, em um estúdio, onde um cidadão havia sido agredido por ter feito tatuagem em uma adolescente.

O tatuador alegou que duas pessoas (um deles negro forte e alto e outro branco magro e baixo) o procuraram no estúdio e um deles perguntou quem havia feito uma tatuagem em sua filha e começou a agredi-lo com socos e chutes e logo depois o indivíduo negro desferiu um golpe com uma arma de fogo cromada que portava atingindo o seu nariz. Outro dado passado pela vítima é que ela desconhecia que a adolescente era menor de idade, por isso realizou a tatuagem.

Os indivíduos foram embora em um veículo (não descrito no relatório) e uma testemunha informou conhecer de vista o indivíduo negro. A vítima foi encaminhada até o 1º Distrito Policial (DP) onde foi elaborado o Boletim de Ocorrência (BO) pelo delegado Marcelo Lanhoso de Lima, para apuração dos fatos.

{n}Kombi na contramão{/n}

Ainda na Amando de Barros, em frente a Praça do Paratodos a guarnição deparou-se com um veículo tipo Kombi da cor branca na contramão de direção e após verificação constatou-se que a condutora não era habilitada para conduzi-lo.

Foi esclarecido também que a condutora veio com o veículo da cidade de Areiópolis até Botucatu com o consentimento de seu patrão, que havia entregado a chave para a mesma. Acionado o caminhão guincho que encaminhou o veículo ao Pátio da Botucatu Parking e sua condutora apresentada a 1º DP, onde foi ouvida e liberada.

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
FREIRE MOTOS
BERIMBAU INST DESK
Oferecimento

Veja também

Oferecimento
VISTORI
SHOPPING INSTITUCIONAL
INSTITUCIONAL ELO
EXAME TOXICOLOGICO