Sangue encontrado em moto roubada pode identificar assaltante após ataques em Botucatu

Forças policiais trabalham nas investigações e buscas após ataques (Foto Acontece Botucatu)

A Polícia Militar continua o patrulhamento na região de Botucatu dois dias após os ataques criminosos contra agências bancárias da cidade. Entre as ações, o Helicóptero Águia faz a varredura em toda a região, especialmente na zona rural.

Na sexta-feira, 31, por exemplo, a Polícia encontrou na Rodovia João Hipólito Martins, perto do Rio Pardo, entre Botucatu e Pardinho, uma motocicleta roubada momentos após os roubos. O veículo estava com manchas de sangue, o que leva a crer que tenha sido utilizado na fuga.

“Eles serão identificados. Estamos também com o apoio da Polícia Civil, Polícia Técnico Científica para colher esse material, o sangue. E com esse material, por meio de um banco de dados pré-existente, identificar quem sejam essas pessoas”, disse o Capitão Marioto, comandante da 1ª Companhia de Polícia Militar de Botucatu, em entrevista à Rádio Municipalista (AM 1240).

Destacamentos especiais da Polícia estão em Botucatu, como ROTA, COE, BAEP, Choque, cavalaria, entre outros. O trabalho de investigação está a cargo da Seccional de Polícia de Botucatu, tendo o Delegado Geraldo Franco, da DIG (Delegacia de investigações Gerais) como responsável pelo inquérito policial.

Divulgação Polícia Civil
Local onde PM encontrou moto roubada em Pardinho (Polícia Militar/Divulgação)