Polícia Rodoviária realiza a ‘Operação Padroeira’ nas estradas

Arquivo Acontece Botucatu

O Comando de Policiamento Rodoviário (CPRv) já está desencadeando a Operação Padroeira nas estradas. A ação vai até às de domingo, dia 14. No total são mais de 22.000 km da malha rodoviária do Estado de São Paulo.

Durante todo o feriado, a atuação do Policiamento Rodoviário terá o foco na prevenção criminal, no entanto fiscalizará, também, a segurança do trânsito, verificando principalmente o excesso de velocidade, a embriaguez na condução dos veículos, as ultrapassagens proibidas, o uso de cintos de segurança e assentos infantis, o uso do celular (smartphone) ao volante, além do uso de capacetes por motociclistas.

A operação também não vai se descuidar de outras questões envolvendo as normas de trânsito, contribuindo, desta forma, com a redução de mortes no trânsito, a fim de atingir a meta de diminuição em 50%, conforme preconizado pela ONU.

Efetivo e equipamentos

O Policiamento Rodoviário permanecerá em regime especial de trabalho, com redução de folgas e emprego do efetivo administrativo, potencializando a ação ostensiva, atuando de forma estratégica, em dias, horários e locais, conforme o volume de tráfego e índices de vulnerabilidade.

Serão em média 1.475 homens e mulheres, por dia, empregados de forma estratégica em 126 Bases Operacionais fixas, além do empenho de 415 viaturas (duas e quatro rodas) por dia em média, visando garantir a segurança pública e a fluidez do trânsito.

O efetivo de serviço conta, ainda, com o monitoramento por câmeras das concessionárias de rodovias, etilômetros, radares (portáteis e móveis) para aferição de velocidade, binóculos para a fiscalização de infrações em movimento, entre outros equipamentos.

Dicas de segurança nas rodovias

 Antes de viajar, planeje com antecedência, verificando os pontos de parada e principalmente de abastecimento, bem como as condições e documentação do veículo;

Mantenha distância segura do veículo à frente e nunca ultrapasse em locais proibidos;

 Em razão do reflexo causado pelas gotículas d’água, NUNCA use o farol alto em locais com neblina, pois a reflexão da luz vai ofuscar sua visão, reduzindo a visibilidade;

Nunca use o pisca alerta com o veículo em movimento. O motorista de trás poderá pensar que o veículo à frente está parado, tentará desviar, gerando risco de acidente;

Não pare na pista, bem como deve ser evitado o acostamento. Procure um ponto de apoio (postos de combustíveis, casa do usuário ou Base Policial). Se for inevitável parar, ligue o pisca-alerta, sinalize com uso do triângulo há 100 metros e não permaneça no interior do veículo. Procure um local seguro para permanecer junto aos demais ocupantes do veículo;

 Verifique, antecipadamente, os pneus, sua calibragem, alinhamento e balanceamento;

Outras emergências contate o serviço telefônico de emergência da Polícia Militar (190).