Polícia prende mais um acusado de participar de mega-assalto em Botucatu em 2020

Polícia
Polícia prende mais um acusado de participar de mega-assalto em Botucatu em 2020 07 junho 2022
Arquivo Acontece Botucatu

Mais acusado de ser integrante do grupo que atacou Botucatu em julho de 2020 foi preso nesta terça-feira, dia 07, apurou o Acontece Botucatu, que recebeu a informação em primeira mão. Trata-se de Jeferson Ferreira dos Santos, de 35 anos.

Contra ele existia um mandado de prisão expedido pela Justiça de Botucatu. Ele foi preso na cidade de São Paulo após operação do Baep.

Segundo a Polícia Civil, ele não atuou diretamente nos ataques, mas deu apoio na fuga de outros elementos. No total até aqui foram 20 pessoas detidas nas mais variadas operações nos quase dois anos após o crime.

As investigações são feitas pela DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Botucatu. O Delegado Geraldo Franco comanda as diligências do caso, colhendo provas e ouvindo testemunhas.

O crime ocorreu em 30 de julho de 2020. Criminosos assaltaram a agência central do Banco do Brasil, também fizeram reféns durante a ação. Momentos depois foram perseguidos por vários destacamentos policiais e por três horas a cidade virou uma praça de guerra.

O valor total do roubo, de acordo com a Polícia Civil, era de R$ 3,6 milhões. O valor recuperado foi de aproximadamente R$ 1,6 milhão.

Relembre o crime

Arquivo Acontece Botucatu

Na madrugada do dia 30 de julho aproximadamente 30 elementos invadiram a cidade, roubaram uma agência do Banco do Brasil, tentaram explodir outros caixas, fizeram reféns e trocaram tiros com a polícia por 3 horas. O crime espalhou medo entre os moradores.

O inquérito policial corre pela Seccional de Botucatu, através da DIG (Delegacia de Investigações Gerais). O Delegado Geraldo Franco comanda as diligências do caso, colhendo provas e ouvindo testemunhas.

O trabalho conta com ajuda do DEIC (Departamento Estadual de Investigações Criminais). Armas e parte do dinheiro foram recuperados.

O grupo de assaltantes armados com fuzis e metralhadoras que enfrentou a Polícia por três horas conseguiu fugir com cerca de R$ 2 milhões da agência central do Banco do Brasil atacada.

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
Oferecimento