Polícia Militar diz que áudio sobre arrastão em Botucatu é falso

Polícia
Polícia Militar diz que áudio sobre arrastão em Botucatu é falso 17 junho 2022

A Polícia Militar divulgou na noite desta quinta-feira, dia 16, que um áudio, amplamente divulgado pelos grupos de WhatsApp sobre um suposto arrastão no Maria Luíza, é falso.

No áudio, um homem narra os fatos com base em supostos testemunhos de moradores e comerciantes. O arrastão, segundo o áudio, seria organizado por criminosos após a saidinha prisional.

O fato foi negado pela Polícia Militar em comunicado. Apesar disse, reforça que todos os cuidados devem ser tomados pela população.

‘Saidinha’

Aproximadamente 150 detentos do regime semiaberto receberam o benefício da chamada saidinha nos estabelecimentos prisionais da região. A expectativa é que eles cheguem em Botucatu, confirmaram as Forças de Segurança ao Acontece Botucatu.

Na manhã desta quarta-feira, dia 15, um outro áudio circulou pelos grupos de WhatsApp, dando conta sobre a chegada de vários ônibus na rodoviária de Botucatu. A mensagem narra os veículos desembarcando os detentos no terminal, todos com roupas iguais, e que viaturas da GCM estavam no local monitorando.

A Guarda Municipal disse que não sabe precisar com exatidão o fato narrado pelo munícipe, mas confirmou que esse número de detentos deve chegar em Botucatu. A Polícia Civil também confirmou ao Acontece Botucatu a quantidade de presos liberados durante o feriado.

Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) o número de detentos do semiaberto com a liberação da saída pode chegar a 37 mil em todo estado. A medida é prevista na lei para condenados do regime semiaberto. Os presos devem retornar até a próxima segunda (20).

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
Oferecimento