Polícia indicia por tentativa de homicídio homem que espancou mulher em São Manuel

Polícia
Polícia indicia por tentativa de homicídio homem que espancou mulher em São Manuel 28 dezembro 2021
Mulher é agredida com socos e chutes por homem em frente de bar em São Manuel — Foto: Reprodução

A Polícia Civil de São Manuel (SP) concluiu o inquérito que investigou a violenta agressão sofrida por uma mulher de 37 anos que foi espancada com socos e chutes por um homem. O agressor acabou indiciado por tentativa de homicídio doloso duplamente qualificado.

As cenas da agressão, ocorrida no dia 21 de novembro em frente a um bar no bairro Aparecida, foram captadas por câmeras de segurança instaladas na região central da cidade onde fica o estabelecimento.

Nas imagens, é possível ver um homem praticando a série de agressões com socos e chutes contra a mulher. Ela cai, bate a cabeça em um carro e fica desmaiada na sarjeta. Mesmo caída, o agressor a pega pelos cabelos, levanta sua cabeça e desfere um soco com ela ainda desacordada.

De acordo com a delegada responsável pelo caso, Michela Ragazzi, o eletricista de 50 anos, autor das agressões, foi identificado e ouvido. Em seu interrogatório, ele não negou as agressões, mas teria apresentado sua versão para a motivação de seu ato. Também foram ouvidos como testemunhas todos os frequentadores do bar naquele dia.

Ainda de acordo com a delegada, as qualificadoras do crime de tentativa de homicídio doloso foram de motivo fútil e o uso de recurso que dificultou a defesa da vítima. O caso foi enviado para a Justiça.

‘Quase me matou’

A vítima das agressões, que perdeu dois dentes da frente por causa do espancamento, afirmou em entrevista ao g1 que seu sentimento foi de revolta com uma situação que, segundo ela, poderia ter tido um desfecho trágico.

“No dia [da agressão] fui levada para casa por uma amiga e quando cheguei estava vomitando sangue. Foi quando percebi que faltavam dois dentes da frente. Ele chutou minha cabeça, ele quase me matou”, disse a mulher, que prefere não se identificar.

A vítima é casada, tem filhos e diz que mora em São Manuel há cerca de quatro meses, quando se mudou para acompanhar o marido. Na cidade, conseguiu um emprego na colheita de laranjas, que ela precisou abandonar desde que foi agredida.

“Esse emprego não tem registro. Se eu não apareço para trabalhar, além de ficar sem receber, corro o risco de perder a vaga para outra pessoa. Mas não tenho condições, ainda estou muito machucada. É muita revolta”, diz a mulher.

Segundo a vítima relatou no boletim de ocorrência, ela estava no bar, no bairro Aparecida, quando o homem a tentou assediar. Após informar que era casada e que não atenderia ao assédio, teve início a discussão com agressões.

Ainda segundo seu relato, o homem teria tentado a enforcar, a atropelar e teria ameaçado com uma arma. Após ser agredida, a mulher foi levada para casa por uma amiga.

No dia seguinte, ela procurou a polícia e relatou o espancamento. Na ocasião, o inquérito foi instaurado e o suspeito inicialmente indiciado por lesão corporal gravíssima.

No entanto, com a conclusão das investigações, o indiciamento mudou para tentativa de homicídio doloso duplamente qualificado.

Fonte: Portal g1

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
FREIRE MOTOS
BERIMBAU INST DESK
Oferecimento

Veja também

Oferecimento
VISTORI
SHOPPING INSTITUCIONAL
INSTITUCIONAL ELO
EXAME TOXICOLOGICO