Polícia elucida assalto contra a Caixa em Botucatu; trabalhos estão agora com a Polícia Federal

Assaltantes levaram joias da Caixa em Botucatu na última quarta-feira

FOTO ACONTECE BOTUCATU

A Polícia Civil de Botucatu, através da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), já tem informações de quem são os criminosos que assaltaram a agência da Caixa no centro de Botucatu, na madrugada da última quarta-feira, dia 11. A informação foi confirmada pelo Delegado Seccional de Polícia Civil, Dr. Loureço Talamonte, em conversa com o Acontece Botucatu.

O trabalho de investigação serviu de apoio para Polícia Federal, responsável pelo caso e que também se baseou na perícia realizada pela Polícia Científica de Botucatu para começar seus trabalhos. A Polícia Federal atua em crimes que envolvem instituições Federais, como o caso da Caixa.

Apesar da confirmação da descoberta das identidades, Talamonte negou que as prisões possam ocorrer nas próximas horas. Diversos suspeitos ainda são investigados.

Responsabilidade agora é da Polícia Federal

Importante ressaltar que após esse trabalho de apoio da Polícia Civil de Botucatu, as ações judiciárias, com mandados e diligências, ficam exclusivamente a cargo da Polícia Federal. A Polícia de Botucatu fez um trabalho de apoio, não podendo interferir no âmbito de competência da PF.

Veículo encontrado

No mesmo dia do crime, a Polícia Militar encontrou um veículo usado na ação. Um Hyundai Veracruz estava abandonado em uma área de mata às margens da rodovia SP-191, perto do Rio Bonito.

A madrugada de quarta-feira foi de pânico para moradores e também forças policiais. Houve intensa troca de tiros entre os criminosos, Polícia Militar e Guarda Municipal por volta das 02h00.

A Agência da General Telles foi arrombada e os criminosos levaram joias do setor de penhora, segundo informações. Não foram divulgados valores até o momento.