Polícia Ambiental prende homem com arma de fogo e apetrechos de caça em Anhembi

O indiciado alegou aos policiais que é “controlador” de javali, mas não tinha porte ou guia de transporte da arma

A Polícia Militar Ambiental de Botucatu registrou um caso de Porte Ilegal de Arma de Fogo, no município de Anhembi. Uma pessoa foi presa. O flagrante aconteceu na região do bairro rural Barreiro Rico, na noite deste sábado, 28.

Segundo o boletim de ocorrência, durante policiamento Ambiental os PMs notaram atitude suspeita de um condutor de uma caminhonete Mitsubishi L200, placas de Torrinha. Diante da situação, foi realizada abordagem pela estrada rural da Unidade de Conservação Barreiro Rico, onde após busca pessoal nada de irregular fora constatado.

Porém, em vistoria no interior do veículo, foi localizado um revólver calibre .44 magnum, municiado com seis munições íntegras, juntamente com mais quatro munições intactas e uma rede (apetrecho utilizado para a prática da caça).

Ao ser indagado o envolvido alegou ser controlador de Javali, apresentando o Certificado de Registro de Arma de Fogo, no entanto , não possuía o porte ou guia de transporte.

Diante dos fatos, foi dado voz de prisão ao envolvido, sendo o indiciado e armamento juntamente com as munições conduzidos ao Plantão Policial de Botucatu, onde o Delegado de Plantão tomou ciência dos fatos, ratificou a voz de prisão elaborando BOPC por “Porte Ilegal de Arma de Fogo” e apreensão do material bélico.

O envolvido permaneceu a disposição da justiça, no entanto foi arbitrado fiança no valor de R$ 2 mil, a qual foi paga e o homem responderá ao processo em liberdade.