Polícia Ambiental de Botucatu faz grande apreensão na Operação Pré-Piracema

Nos dias que antecedem a Piracema, qual tem início em 01 de novembro e vai até 28 de fevereiro do ano do próximo ano, a Polícia Militar Ambiental de Botucatu desenvolve a Operação Pré-Piracema, que se estende até o domingo, 31 de outubro.

A ação, além de preparar o efetivo operacional para uma intensificação das atividades de fiscalização no Período do defeso da Piracema, auxilia no combate a pesca predatória nos corpos hídricos da região.

Somente nos dois primeiros dias da ação foram apreendidos mais de 1.000 metros de rede de espera, 122 quilos de peixes nativos sem origem ou capturados irregularmente, um conjunto motor de popa e embarcação. As multas, até agora, somadas chegam a R$ 12.880,00.

A Polícia Militar Ambiental nesta última semana passou a contar com o reforço de mais duas embarcações modelo lancha, quais foram remanejadas da região de Ourinhos. Elas vieram para aparelhar ainda mais as atividades de fiscalização, que passarão a ser ainda mais constantes no período do defeso da Piracema.

Alguns dos resultados do patrulhamento e fiscalização ambiental da fauna ictiológica da Polícia Militar Ambiental de Botucatu de 01 de janeiro a 30 de outubro de 2020:

-105 Autos de Infração Ambiental elaborados

-R$ 129.000,00 em multas arbitradas

-11.207 metros de redes de espera de emalhar apreendidas

-671 quilos de pescado apreendidos

-06 embarcações apreendidas.

“É importante o pescador amador e profissional se atentarem as normas restritivas quanto a pesca no período da Piracema, a fim de evitar autuações ambientais e responderem criminalmente pelos atos, pois além da proibição da captura de peixes nativos, existem restrições para as modalidades de pesca, métodos e locais permitidos, bem como as quantidades de peixes exóticos que é permitido a captura”, diz comunicado da Polícia Ambiental.

Mais informações e esclarecimentos podem ser obtidos com Polícia Militar Ambiental de Botucatu, através do telefone 14 3882-6070.

Responsável pela informação: 1º Tenente PM André Manoel, Comandante do Pelotão de Polícia Ambiental de Botucatu.