Polícia Ambiental de Botucatu apreende 30 kg de peixe durante pesca irregular

A Polícia Ambiental realizou nesta sexta-feira, 13, mais um flagrante de pesca ilegal dentro do período da Piracema. O fato ocorreu no Rio Bonito.

Policiais avistaram uma embarcação, onde seu ocupante estava efetuando o recolhimento de um cordão de redes. Ao ser abordado, a pessoa se identificou como sendo pescador profissional.

Segundo o boletim de ocorrência, o pescador sabia sobre a proibição da pesca com uso de redes no período de piracema.  No interior da embarcação encontrados 18 kg de cascudos, que estavam vivos.

Foram soltos em seu habitat natural 12 kg de peixes diversos (curimbatá, piau, piranha e corvina), além de 30 redes de nylon, com 30 metros de comprimento cada uma, totalizando 900 metros de extensão e malhas de 100, 120 e 140.

Diante dos fatos, foi elaborado o respectivo Auto de Infração Ambiental por pescar em período de piracema, infringindo o artigo 36 da Resolução SMA 048/14. Foi arbitrada multa simples no valor de R$ 1.300,00.

Foi efetuada a preensão de 30 kg de peixes e 30 redes de nylon, as quais foram depositadas na sede do 2ºPel.  O fato constitui-se em crime ambiental de acordo com o artigo 34 da lei nº 9.605/98.