Mulher tenta entrar no CDP de Itatinga com maconha escondida nas “partes íntimas”

Na manhã do último sábado, 18, agentes penitenciários registraram uma tentativa de ingresso de entorpecente no CDP de Itatinga. A esposa de detento tentou entrar no local escondendo aproximadamente 183 gramas de maconha no corpo.

Ela foi flagrada pelo aparelho de scanner corporal, que indicou o objeto desconhecido na região pélvica. A mulher confessou que o invólucro estava introduzido na vagina dela.

Penitenciária de Marília

No domingo, 19, por volta das 10h30, o scanner corporal da Penitenciária de Marília flagrou pacotes de maconha escondidos na calça de uma mulher, visitante de preso. Ela foi encaminhada até uma sala separada para fazer a troca de roupa e foram encontrados, além do entorpecente, diversos manuscritos do lado avesso da calça.

Em todos os casos a Policia Militar foi acionada para lavram Boletim de Ocorrência (BO). A SAP informa que pessoas flagradas tentando enviar materiais ilícitos via correspondência ou tentando adentrar com objetos proibidos em unidades prisionais são automaticamente suspensas do rol de visitas.