Mulher é flagrada tentando entrar no CDP de Itatinga com maconha na vagina

Uma mulher foi flagrada durante o Carnaval tentando entrar no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Itatinga com 145 gramas de maconha. A droga estava escondida em sua vagina, constatou procedimento de revista pelo escâner corporal.

A descoberta ocorreu por volta das 9h25 de domingo, dia 23. Os agentes desconfiaram de volume suspeito na parte íntima da visitante, que negou, por três vezes, qualquer irregularidade.

Ela pediu para usar o banheiro e foi acompanhada por uma agente feminina. A funcionária observou que havia sangue junto com a urina, indicando alguma lesão no canal urinário ou no órgão genital.

Questionada novamente, a mulher confessou a irregularidade. Alegou que “comprou fiado” a droga, pelo preço de R$ 350,00.

Disse, ainda, que pretendia fazer uma surpresa para o companheiro preso levando o entorpecente para ele, porém, relatou que a finalidade era comercializá-lo dentro do presídio. A visitante foi levada à delegacia da cidade e presa em flagrante.

Penitenciária de Cerqueira César 

A filha de um detento foi barrada tentando entrar na Penitenciária de Cerqueira César com 198 micropontos de LSD e droga sintética conhecida como k4 escondidos em sua calcinha.

A descoberta ocorreu por volta das 9h de sábado, dia 22, durante procedimento de revista pelo escâner corporal. Os agentes desconfiaram de um volume suspeito na região íntima da visitante.

Questionada, a jovem confessou a irregularidade. Com ela, havia os micropontos de LSD e três folhas de papel amarelas com maconha sintética – tipo de droga produzida em laboratório.

A visitante relatou aos funcionários que estava em frente ao presídio, quando uma mulher desconhecida ofereceu R$ 1 mil para que ela entrasse na unidade com as drogas.

A jovem foi encaminhada à delegacia para prestar depoimento. Ela responderá a ocorrência em liberdade.