Mulher acusa o ex de ameaçar capotar o carro e matá-la em Bauru

O sentimento de posse, de um homem com a sua ex-mulher, de 39 anos, resultou em pressão psicológica, no interior de um veículo na qual ela diz que foi obrigada a entrar, e ameaças de um possível feminicídio, na madrugada desta sábado (9), em Bauru. A vítima procurou a Polícia Civil para fazer a denúncia após conseguir escapar do agressor, que se assustou ao confundir uma ambulância com uma viatura policial.

De acordo com depoimento da vítima, ela estava em seu apartamento, no sábado a noite, quando o ex-marido apareceu do lado de fora e, segundo ela, ameaçou arrombar a porta caso ela não abrisse. Assim que abriu, sob ameaça, ele a teria forçado a entrar em seu carro. A vítima conta ainda que ele saiu com ela em alta velocidade, em direção à rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), no sentido Marília, e que ele a impediu de usar cinto de segurança, manobrando o carro de forma brusca, ameaçando capotar o veículo.

Ainda segundo a vítima, ele saiu da pista em direção a uma estrada de terra, reiterando ameaças que a mataria. Assim que estacionou o carro, de acordo com a mulher, ela tentou fugir, mas ele a puxou pelos cabelos, a fazendo bater a cabeça na porta do automóvel. Coincidentemente, uma ambulância teria passado por ali, assustando o homem, que achou ser uma viatura policial, fato que a ajudou a se desvencilhar dele e correr pedindo ajuda. O boletim de ocorrência foi registrado como violência doméstica, seguido de ameaça e lesão corporal. Até o momento, o acusado não foi detido.

Fonte: Jcnet