Morre homem baleado por vizinho em Vitoriana

Guarda Botucatu

Morreu nesta quinta-feira, 26, Daniel Augusto Camargo, de 39 anos. Ele tinha sido internado no Hospital das Clínicas de Botucatu, depois de ter sido atingido por disparos de arma de fogo no distrito de Vitoriana, na noite de quarta-feira, 25.

O crime ocorreu na rua João Jacob Karan, quando Daniel se desentendeu com um vizinho, de de 69 anos. Durante a briga, o idoso disparou contra ele, com uma espingarda antiga, atingindo sua barriga.

Quem chamou a GCM foi o próprio autor dos disparos. Ele relatou que Daniel estaria o dia todo lhe ofendendo e durante a noite teria pulado a cerca de sua residência, momento em que fez uma primeira solicitação para que a Guarda fosse até o local. O mesmo disse que foi agredido com pauladas na cabeça, nas mãos e nas costas, momento em que pegou sua espingarda e disparou.

Logo após o incidente, fez novo contato com a Guarda Municipal, relatando o disparo. O autor do tiro também foi encaminhado ao Pronto-Socorro Adulto, pois tinha ferimentos das pauladas que sofreu.

Após atendimento, o autor do disparo foi conduzido até o Plantão da Polícia Civil, onde foi detido por Posse Irregular de arma de fogo. Foi arbitrada uma fiança no valor de R$ 1 mil, quantia que foi paga e o mesmo liberado.

O corpo de Daniel será sepultado às 9 horas de sexta-feira, 27, no Cemitério Jardim, em Botucatu.

Já havia sido preso

Daniel já havia sido preso por tentativa de homicídio em 2009. O crime aconteceu na Avenida Conde de Serra Negra, também no Distrito de Vitoriana, quando nas proximidades de um ponto de ônibus, Daniel disparou três tiros contra um homem com 26 anos na época. A vítima foi atingida na cabeça, peito e perna esquerda. A desavença entre os dois era antiga e a vítima já teria tentado matar Daniel com um tiro, meses antes.

Daniel foi julgado em 2011 e foi condenado a um ano por lesão corporal dolosa. Como ele ficou preso por dois anos, ganhou a liberdade logo após a sentença do juri popular.