Morador de Botucatu denuncia vizinho por agressão contra cão

Mais um caso de maus tratos foi registrado em Botucatu nesta sexta-feira, 24. O caso aconteceu na rua Amando de Barros, bairro do Lavapés, contra um cão da raça Border Colie. O dono do animal enviou fotos e relatou o ocorrido ao Acontece Botucatu.

“Hoje (sexta, dia 24) ao chegar em casa por volta das 10:30 da manhã cheguei em minha residência e encontrei meu cachorro Collen de raça border colie com o olho extremamente machucado e com hemorragia. Levei rapidamente o animal em uma clínica veterinária que agilmente me indicou uma especialista em olhos aqui da cidade. Triste ouvir que a veterinária constatou graves lesões no olho direito do animal devido a um ferimento causado por uma paulada tão forte que foi similar a um atropelamento”, disse o dono do animal, inconformado.

“A veterinária está fazendo de tudo para salvar a visão dele, mas já nos alertou que ele deverá ficar cego deste olho. Meus cachorros ficam no quintal e só tenho 1 vizinho, onde já fiz vários boletins de ocorrência contra maus tratos e nada foi feito. O pior é o vizinho falar que não fez nada e a empregada dele disse que foi ele. O cachorro teve que tomar um remédio similar a morfina de tanta dor que o cão está. Fora que tive que comprar 7 remédios para tentar salvar a vista dele. Hoje fiz mais um B.O na polícia civil e pela primeira vez fui na polícia ambiental”, finalizou.

O caso agora segue em inquérito policial e o suspeito da agressão contra o cão deverá ser ouvido pela Polícia Civil de Botucatu. Ainda segundo o proprietário do Border Colie, essa não é a primeira vez que esse tipo de situação acontece. No Brasil, maltratar animais de qualquer espécie é considerado crime ambiental, com pena de detenção de três meses a um ano e multa.