Mãe encontra tijolo de maconha em mochila do filho e chama a polícia

Jovem de 18 anos guardava o entorpecente em um apartamento do Cachoeirinha 2 e foi preso em flagrante

As Forças de Segurança de Botucatu registraram um caso de tráfico de drogas, flagrante, nesta terça-feira, 24. O fato foi registrado no Residencial Cachoeirinha 2, ao meio dia. O que chama a atenção nesse caso, é que a própria mãe do suspeito foi quem acionou a Polícia Militar.

Segundo o boletim de ocorrência, registrado pela Polícia Civil de Botucatu, a mulher, de 41 anos, estava limpando o apartamento do filho, de 18 anos, quando encontrou uma mochila e dentro dela, um tablete de maconha prensada, embalada em fita adesiva de cor marrom e em plástico filme incolor, além de dezenas de embalagens plásticas, habitualmente utilizadas para a manufatura de porções de droga.

Ao perceber que ser tratava de droga, a mulher ligou para o telefone 190, denunciando a situação. Os policiais militares foram até o local e constataram que a situação caracterizava tráfico de entorpecentes.

O dono da droga foi localizado pela polícia no bairro 24 de Maio e alegou que a maconha era para seu consumo próprio. Porém, para a polícia, a presença de considerável quantidade de embalagens plásticas, utilizadas para a manufatura de porções de drogas, não são compatíveis com a alegação de um mero usuário.

Ainda segundo o boletim  de ocorrência, não foi localizado dinheiro em poder do suspeito, e o celular dele foi revistado, com autorização do mesmo, e nenhuma mensagem relacionada ao tráfico foi encontrada.

Diante dos fatos, o rapaz e a droga, que pegou pouco mais de meio quilo, foram apresentados ao delegado da DISE de Botucatu, que ratificou a voz de prisão em flagrante por tráfico de drogas e o jovem, que não tinha antecedentes criminais, foi encaminhado ao sistema prisional, permanecendo à disposição da Justiça.