Incêndio de três dias destrói grande área de mata nativa em Anhembi

Incêndio em Anhembi atingiu grande área de mata nativa no entorno de uma reserva ambiental (Foto: TV TEM/Reprodução)

Um grande incêndio que teve início no domingo (29) e só foi controlado na noite de terça-feira (31) destruiu uma grande área de mata nativa em Anhembi (SP), no entorno da Estação Ecológica Estadual de Barreiro Rico.

O trabalho de combate às chamas, que consumiu 85 mil litros de água, contou com a participação de bombeiros, brigadistas do Instituto Federal de Conservação da Biodiversidade (Instituto Chico Mendes), além das polícias Ambiental e Militar, com apoio do helicóptero Águia.

Apesar da estação ecológica não ter sido atingida, técnicos destacam que as áreas queimadas de mata nativa, formada por vegetação de cerrado e de mata atlântica, abrigam muitas espécies da fauna e da flora, algumas delas em extinção.

Agentes da estação florestal que fizeram o rescaldo do incêndio ainda não calcularam exatamente a área total atingida, mas estimam em dezenas de hectares de mata nativa. O prejuízo, segundo eles, é incalculável e o tempo de recuperação da vegetação pode durar até 15 anos.

Ainda não se sabe a origem do incêndio, porém o capitão Edson Winckler Filho, do Corpo de Bombeiros, acredita que pode ter sido intencional. Segundo ele, casos de combustão espontânea são raros.

Além disso, como a área possui estradas e plantações de cana, há circulação de pessoas. Uma perícia vai investigar as causas do incêndio.