Homicídio em sítio de Botucatu teve motivação passional, diz polícia

A Polícia Civil esclareceu o caso de homicídio registrado no fim de novembro, em um sítio no Jardim Monte Mor, em Botucatu. O caseiro da propriedade se apresentou na delegacia e foi preso por homicídio. A motivação do crime teria sido passional.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado no dia do crime, os policiais localizaram o corpo de Claudinei da Costa Francisco, de 40 anos, caído no barracão do sítio. Ao lado dele, a polícia encontrou um pedaço de madeira sujo de sangue.

O administrador da fazenda vizinha relatou aos policiais que o caseiro do sítio tinha ido até a propriedade dele e confessado o crime, fugindo em seguida. Na época, os policiais procuraram pelo suspeito na região, mas ele não foi encontrado.

De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Lourenço Talamonte Neto, a Polícia Civil pediu a prisão temporária do caseiro, de 66 anos. Dias após o crime, ele se apresentou na delegacia e foi preso.

Segundo a polícia, o homem matou Claudinei com golpes de faca e um pedaço de madeira, após um desentendimento relacionado à mulher de um dos envolvidos. O suspeito segue preso na cadeia de Itatinga (SP).

Fonte: G1