Homem é detido com animais silvestres abatidos e uma ave sem autorização em Pardinho

Em atendimento à denúncia, uma equipe da Polícia Ambiental de Botucatu, composta pelos Cabos Carlos Roberto, Claudimir e Andrade, foi até o bairro Serras Italianas no Município de Pardinho, local inserido em Área de Proteção Ambiental.

Durante a vistoria na residência do suspeito, foi constatado uma geladeira duplex na varanda, onde foram encontrados acondicionados em seu interior cinco animais silvestres, a da espécie Tatu-galinha, abatidos sem barrigada, além de um animal limpo, ou seja, sem cabeça e sem calda, que segundo o proprietário, seria um Tamanduá-mirim. No interior da casa foi encontrada uma gaiola com uma ave silvestre, Curió, fêmea, sem anilha. Esta por sua vez viva e sem sinais de maus tratos.

Ao ser indagado o homem informou que comprou os animais silvestres para seu consumo, não sabendo apontar o vendedor. Disse ainda que a ave ganhou de um desconhecido e que não possui autorização para criar esse tipo de animal.

Diante dos fatos foram lavrados os autos de infração totalizando multa de R$ 16 mil. O pássaro e a gaiola foram apreendidos, sendo que a ave foi destinada ao Cempas da Unesp, em Botucatu. O suspeito irá responder ao processo em liberdade.