Guarda Municipal faz nova apreensão de linha chilena; desta vez foi no Caimã

 

A Guarda Municipal realizou na manhã deste sábado, dia 29, mais uma apreensão de linha cortante em Botucatu. Após receber uma denúncia através do repórter César Junior, da Rádio Municipalista, uma equipe se deslocou até Residencial Caimã, onde funcionava um comércio de linhas e pipas.

Dizia a denúncia que no local também era comercializada a chamada linha chilena, cortante, extremamente perigosa. A equipe da Guarda, composta pelo Inspetor Barcaça e GCM Sarate, juntamente com os GCMs Belo e Leila, de deslocou até o local.

Em um primeiro momento nada foi encontrado de irregular e o proprietário inclusive colaborou com a vistoria, diz boletim da Guarda. Mas o GCM Sarate percebeu alguns carreteis vazios e dentro deles outros carreteis menores com a chamada linha chilena, ou seja, escondida. O proprietário pagou multa de R$ 1 mil, conforme legislação municipal e o material foi apreendido.

“É importante esse trabalho de interação entre população, imprensa e GCM. Estamos prontos para receber as denúncias e vamos apurar todas elas, principalmente nesta época do ano onde as condições climáticas são propiciais para empinar pipas”, destacou o Subcomandante da Guarda Municipal Weber Pimentel.