GIAR da Polícia Civil flagra possível local de adulteração de material na região

Polícia
GIAR da Polícia Civil flagra possível local de adulteração de material na região 18 março 2022

Uma equipe da Polícia Civil de Botucatu registrou nesta quinta-feira, dia 17, um caso de estelionato, que teve início no estado do Paraná. Por lá foi adquirida grande quantidade de Ureia, possivelmente adulterada na região.

Após receber denúncias de um barracão, localizado às margens da Rodovia Marechal Rondon, próximo à Laranjal Paulista, onde estaria sendo usado para armazenar Calcário, ureia e fertilizante agrícola. O material era derivado de crime de estelionato.

A equipe de Investigação em Área Rural “GIAR” foi até o endereço para averiguar a denúncia. Ao chegar no local denunciado, de imediato constataram que ali, anos antes, houve uma investigação pela DIG onde. Na época constataram que os locatários misturavam ureia em farelo de trigo.

A carga era remetia de forma adulterada para o Porto de Santos. Ao buscar pelos produtos denunciados, os policiais tiveram a surpresa de estar ocorrendo o mesmo tipo de crime, só que desta vez estavam misturando calcário na ureia.

No local encontraram mais de 490 toneladas de calcário, 56 toneladas de ureia, além de mais 3 mil galões de fertilizantes agrícolas. Diante da circunstância, os proprietários estão sendo investigados pela adulteração do produto.

Também há indícios de tratar- se de empresa “ARARA”, ou seja, compras são realizadas e faturada com promessa para pagamento em 30 a 150 dias. Antes do vencimento da primeira parcela, eles simplesmente desaparecem. O local foi lacrado e toda documentação elaborada pela Polícia Civil será remetida ao estado do Paraná, onde se deu o crime de estelionato.

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
Oferecimento