GCM prende cigano que se identificou como índio para aplicar golpe em casal de idosos

Na manhã desta quinta-feira (26), os guardas civis municipais Zambonato e Chagas foram acionados a comparecer na região da Vila Santana, onde um homem se apresentou como índio a um casal de idoso. Disse ainda, que tinha credencial da FUNAI pra vender plantas que curam doenças e exigiu a importância de R$300,00 pelos produtos. Porém, a idosa tinha R$100,00 em sua casa, que foi dado ao golpista.

A filha do casal de idosos chegou na casa e achou muito estranha aquela conversa, resolveu fotografar o veículo do indivíduo e acionou a GCM. Os guardas desconfiaram que o golpista pudesse ser cigano, já que no Morro de Rubião Júnior há um recente acampamento deles.

De pronto várias viaturas da GCM foram até o local e localizaram o veículo, bem como o suspeito, um homem de 59 anos, que alegou comercializar as plantas, mas não soube explicar os efeitos que produzem. O dinheiro da vítima foi localizado, o caso foi apresentado junto à 1ª Central de Polícia Civil, onde o indiciado foi preso em flagrante delito pelo crime de estelionato, sendo ele encaminhado à cadeia pública.