GAPE de Botucatu participa de treinamento da SWAT

Polícia
GAPE de Botucatu participa de treinamento da SWAT 24 novembro 2011

Foi realizado na Cidade de Avaré, entre os dias 09 a 19 de novembro o curso 13º SWAT do Brasil 2011, contando com cerca de 100 horas de instrução. Participaram 145 alunos, entre policiais militares, policiais civis, policiais federais, agentes penitenciários, exército brasileiro e policiais da Argentina, Chile, Equador, Paraguai e Uruguai. Também esteve no curso 50 Guardas Municipais de todo o Brasil, entre eles três agentes que fazem parte do Grupo de Ações Preventivas Especiais (GAPE) da Guarda Civil Municipal (GCM) de Botucatu. São eles: Trombaco, Nogueira e Vaz.

As aulas foram aplicadas pela SWAT (Special Weapons And Tactics, que em português significa Armas e Táticas Especiais), com 04 oficiais; BOPE (Batalhão de Operações Policiais Especiais), com 03 instrutores e CATI (Centro Avançado de Técnicas de Imobilização), com 09 instrutores.

O objetivo do curso é preparar os Guardas Municipais para resolver situações de gerenciamento de crises, confronto armado, uso de técnicas e tecnologias não-letais, tiro em baixa luminosidade, arrombamentos táticos, além de resgate de policial ferido. O treinamento é voltado para que o agente policial utilize cada vez mais o uso progressivo da força, proporcionando várias opções na aplicabilidade da força e, principalmente, a verbalização em situações adversas.

O secretário de Segurança Pública do Município, delegado Adjair de Campos, entende que as informações adquiridas pelos guardas vão contribuir para a segurança da Cidade. “Temos certeza que a capacitação dos profissionais de nível internacional será usada para toda a corporação da GCM de Botucatu, tanto assim que o Comandante Geral da GCM de Botucatu, Sérgio Luis Bavia participou do encerramento do curso”, colocou Campos.

Durante o curso os alunos tiveram aulas sobre imobilizações táticas; assalto a ônibus; arrombamentos táticos; tiro em baixa luminosidade; ocorrências envolvendo reféns; progressão em área de risco; gerenciamento de crise e negociação de reféns; planejamento operacional, antiterrorismos, simulação de operações; resgate e atendimento de policiais feridos e psicotécnica e caracterização para disfarces e/ou infiltração investigativa.

Este treinamento, considerado um marco na história dos treinamentos táticos internacionais, faz com que os policiais do Brasil e de outros países vivenciem as mais reais ações das equipes da SWAT do Texas e do BOPE do Rio de Janeiro, recebendo instruções das melhores equipes de elite do mundo.

A programação dos cursos neste ano proporcionou aos grupos de elite uma experiência inédita, pois receberam instruções diretamente dos oficiais da SWAT; instrutores do CATI e BOPE, além de tradutores e equipe de suporte. Todos (instrutores e oficiais) são policiais e encontram-se diariamente capacitando os grupos de operações especiais nas mais eficientes táticas utilizadas atualmente por estas equipes. Este ano o curso contou com o novo curso “antiterrorismo” com foco na Copa do Mundo de 2014 e nas Olimpíadas de 2016, os dois maiores eventos esportivos do mundo.

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
FREIRE MOTOS
Oferecimento

Veja também

Oferecimento
VISTORI
SHOPPING INSTITUCIONAL
INSTITUCIONAL ELO
EXAME TOXICOLOGICO