Facção criminosa é alvo de operação conjunta do GAECO e PM em Botucatu e região

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Estado (MP) de São Paulo, em conjunto com a Polícia Militar (PM) de Bauru, Jaú e Botucatu, realiza nesta quarta-feira (11), operação voltada ao combate de facção criminosa que atua em todo o território nacional.

A atuação do MP se pautou em investigação criminal realizada pelo período aproximado dois meses (março e abril de 2019) e permitiu a identificação de 16 membros da facção. Cinco atuavam impunemente em Bauru (05), seis em Jaú, dois em Lins (02), um em Botucatu, outro em Conchas e mais um em Ourinhos.

Todos os envolvidos já foram identificados e devidamente acusados. Os 16 membros, que exercem as mais variadas funções dentro do agrupamento criminoso, foram acusados, por meio de denúncia oferecida à 4ª Vara Criminal de Bauru, pelo crime de participação em organização criminosa, sendo certo que todos tiveram sua prisão preventiva decretada.

Dentre os acusados, oito já se encontram presos e o cumprimento dos mandados de prisão está sendo providenciado junto aos respectivos estabelecimentos prisionais.

Com relação aos outros oito membros que se encontram soltos, quatro foram presos nesta quarta-feira (11), ocasião em que também foi realizada busca domiciliar nos respectivos endereços. Outros quatro membros encontram-se em local ignorado e as diligências prosseguem visando a localização e cumprimento dos respectivos mandados de prisão, informa nota do MP.

Por ocasião das buscas, houve a apreensão de aparelhos celulares e diversas anotações relacionadas à facção criminosa.

Fonte: JCNet